Você tem ou conhece alguém com perda auditiva?


Sim Não

Por Cláudio Fonseca

14 de fevereiro de 2018

Como evitar os problemas auditivos

Uma entre seis pessoas sofre de perda auditiva

14 de fevereiro de 2018


A perda auditiva acontece em algum momento da vida, ou seja, perda auditiva é uma consequência natural relacionada a idade. A capacidade auditiva vai diminuindo a partir dos 30 aos 40 anos e aumenta quando chegamos na faixa etária de 80 anos. Sendo assim, mais da metade da população tem perda auditiva nessa idade, portanto, mais que a metade delas com dificuldade auditiva, estão na idade ativa.

São vários os motivos que levam à deficiência auditiva ou surdez. Primeiro é importante conhecer os tipos 3 tipos de surdez existentes e quais são os tratamentos:


Surdez neurossensorial – é quando o traumatismo ocorre nas células nervosas e sensórias, que levam o estímulo do som da cóclea até o cérebro. As patologias que chega a cóclea e o nervo auditivo dificilmente têm tratamento.

Surdez por condução – Esse tipo de perda ocorre quando há alguma coisa bloqueando a passagem do som da orelha externa até a orelha interna. Ela pode acontecer, pela ruptura do tímpano, excesso de cera que se acumula no canal auditivo ou pela introdução de algum objeto.

Surdez central – Tem a perda auditiva pelo envelhecimento. Esse tipo de perda chama-se presbiacusia, que é um desgaste natural pela idade.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Previne-se

De modo algum coloque qualquer objeto, entre eles, hastes flexíveis, dentro do canal auditivo.

Fazendo isso, você pode empurrar a cera para dentro do canal e entupir ou danificar o seu tímpano. Vacine seu filho contra sarampo e caxumba, os efeitos colaterais dessas doenças podem causar surdez. Mulheres que estão projetando engravidar, consulte um médico para fazer a imunização contra a rubéola.

Surdez diagnosticada

Se for confirmada a perda de audição, procure um otorrinolaringologista. O ideal é começar o tratamento o mais rápido possível, pois as chances de bons resultados são maiores.

Você sente algum incômodo auditivo? Faça um check up! 



Marcadores
Prevenção da perda auditiva