Gabriela Bandoni
Por Gabriela Bandoni
Fono Especialista

29 de outubro de 2018


0 compartilhamentos
Nenhum comentário

Causas da perda de audição

Conheça as principais condições responsáveis por causar perda auditiva


Compartilhar

Causa da perda de audição

A perda auditiva acontece quando a comunicação entre o ouvido e o cérebro não funciona normalmente. Então, o indivíduo afetado tem dificuldades para ouvir as falas de outra pessoa, não consegue identificar alguns tipos de sons, entre outros sintomas da perda de audição.

Esse problema auditivo pode acontecer em uma ou em ambas orelhas, em diferentes níveis que vão desde a perda auditiva leve até a profunda.


A perda de audição é um problema de saúde que atinge milhares de pessoas no mundo todo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de 5% da população mundial tem perda auditiva incapacitante. Até 2050 essa porcentagem pode dobrar.

É interessante saber que a perda auditiva tem características únicas em cada indivíduo. Os fatores que causam o problema auditivo são diferentes, o grau de surdez e o tratamento variam de pessoa para pessoa.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


A perda auditiva pode ser uma condição que existe desde o nascimento ou adquirida ao longo da vida, de forma repentina ou gradual. As causas da perda de audição são diversas, como envelhecimento, exposição crônica a ruídos e doenças congênitas.

Neste artigo, vamos aprofundar nas principais causas da perda de audição. Assim, você consegue cuidar da sua saúde auditiva e identificar os sintomas da perda de audição. Acompanhe!

Envelhecimento

Os dados da OMS apontam que um terço das pessoas com mais de 65 anos sofre com deficiência auditiva incapacitante.

O envelhecimento é uma das principais causas da perda de audição porque as células ciliadas localizadas na cóclea (parte auditiva no ouvido interno) se desgastam com o tempo.

Existem vários sintomas da perda de audição relacionada à idade, como dificuldade para ouvir a fala de outras pessoas pessoalmente ou no telefone e necessidade de aumentar o volume dos aparelhos eletrônicos.

Não existe cura para a perda auditiva causada pela idade, mas os aparelhos auditivos modernos podem ajudar a se comunicar com facilidade e levar uma vida normal. Para saber como adquirir um aparelho auditivo na Direito de Ouvir, vale a pena conferir este artigo.

Ruído Excessivo

A exposição prolongada a níveis excessivos de ruído também é uma causa da perda de audição. Pessoas que trabalham na construção civil, indústrias, músicos e quem escuta música muito alta nos fones de ouvido ou em ambientes externos estão mais vulneráveis a adquirir algum problema auditivo sério.

Rajadas de som extremamente altas, como explosões e tiros também podem causar danos à audição. Os ruídos excessivos podem resultar em perda auditiva permanente e zumbido no ouvido.

Felizmente, esses problemas auditivos podem ser evitados. Uma maneira é diminuir o uso de fones de ouvido ou deixar o volume baixo enquanto escuta.

Além disso, existe a Norma Regulamentadora nº15 (NR-15) que estabelece o uso de protetores de ouvido. A norma é recomendada para profissionais expostos à altos ruídos com o objetivo de proteger a saúde auditiva dessas pessoas.

Infecções

As doenças infecciosas são responsáveis por mais de 25% dos casos de perda auditiva profunda e a causa mais frequente de perda de audição adquira.

Infecções no ouvido, como a otite média podem causar perda auditiva crônica ou permanente. A otite é caracterizada pelo acumulo de líquido no revestimento interno do ouvido médio, como consequência de outros problemas, como resfriados, alergia e amigdalas inflamadas.

Outras infecções também podem causar problemas auditivos. É o caso da meningite, sarampo, caxumba e escarlatina que atingem as pessoas em qualquer fase da vida.

A surdez congênita também é causada por algumas infecções adquiridas durante a gestação, como rubéola, herpes, sífilis e citomegalovírus.

Essas causas da perda de audição podem ser prevenidas com ações simples:

• Manter o calendário de vacinas atualizado;

• Prevenir e tratar gripes e resfriados;

• Realizar acompanhamento médico quando notar sinais de infecções.

Surdez Hereditária

A surdez hereditária é causada pela mutação de algum gene ligado à audição. Essa mutação pode acontecer em vários genes, sendo que, em 50% dos casos, são encontrados na Conexina 26 e Conexina 30.

Se você é surdo ou tem algum caso na família pode obter sua informação genética para descobrir as chances de ter um filho com problemas auditivos.

Também pode tentar identificar as causas da perda de audição e procurar condições médicas que podem estar associadas à sua surdez.

Alguns pesquisadores já apontaram que alguns casos de perda de audição devido ao envelhecimento também estão relacionados a fatores genéticos.

Medicamentos Ototóxicos

Alguns medicamentos podem danificar o ouvido e causar perda auditiva, zumbido no ouvido ou distúrbios de equilíbrio. Essas drogas são conhecidas como ototóxicos.

São mais de 200 tipos de medicamentos ototóxicos vendidos com e sem prescrição médica. Os mais comuns são remédios para tratamento de câncer, doenças cardíacas e outras.

Os problemas auditivos causados pelo uso de medicamento acontece porque as substâncias tóxicas presentes nesses produtos prejudicam as células ciliadas da cóclea no ouvido interno.

Geralmente, a audição é comprometida apenas quando são administradas doses muito grandes ou quando são usados medicamentos muito fortes, como é o caso da quimioterapia e radioterapia.

Lesões na cabeça e ouvido

Ferimentos graves na cabeça podem causar efeitos colaterais permanentes para o resto da vida. A perda de audição é um desses efeitos.

Um golpe na cabeça pode alterar a posição dos ossos do ouvido médio, impedindo que o som seja enviado para o ouvido interno. Além disso, o tímpano pode ser perfurado e as células cocleares serem danificadas.

Excesso de cera de ouvido

A cera tem a função de proteger o ouvido contra poeira, microrganismos e outras partículas estranhas. Quando as glândulas produzem mais cera que o necessário, substância pode ficar acumulada e bloquear a orelha.

Ao limpar os ouvidos com hastes flexíveis, a cera pode ser empurrada para a região interna do ouvido. Isso é uma causa da perda de audição temporária, dor e sensação de desconforto.

Por isso, o ideal é procurar ajuda médica ao perceber o acumulo de cera no ouvido. Na maioria das vezes o tratamento é simples e indolor e audição pode ser totalmente recuperada.

Essas são as principais causas de perda de audição. Ao perceber alguns desses sinais é essencial visitar o médico para fazer o tratamento adequado. Em grande parte dos casos, os aparelhos auditivos fazem as pessoas ouvirem novamente e recuperar a qualidade de vida.

Se você tem alguma dúvida sobre os aparelhos ou problema auditivo, entre em contato com a Direito de Ouvir.