Perda temporária de audição

Ambientes ruidosos podem ajudar a ter esse problema


Compartilhar

A perda temporária de audição pode assustar muitas pessoas por muitas vezes não sabermos que estamos correndo o risco de acontecer. Além disso, é importante alertar que a exposição frequente a ruídos excessivos pode gerar a perda permanente de audição. 

A perda temporária de audição acontece por uma mudança temporária do limiar auditivo, que acontece, por exemplo, pela exposição a elevados níveis de ruído, ou seja, sons muito altos por um curto período de tempo, como uma buzina, um apito ou durante um evento com alto nível de ruído.  


Mesmo que determinados ruídos não signifiquem a perda temporária ou permanente da audição, devemos estar atentos aos ambientes e níveis de ruídos aos quais somos expostos diariamente. 

Nossa audição é um dos sentidos mais importantes para a nossa saúde mental e física porém, muitas vezes não dedicamos o devido cuidado a ela, podendo gerar problemas mais sérios e irreversíveis para a nossa saúde.  

A nossa audição, além de nos permitir a forma mais comum de comunicação através da fala, nos promove equilíbrio, contribui para o nosso sentimento de defesa, alerta e perigo e ainda nos auxilia na orientação a direção e espaço durante o nosso deslocamento. Veja mais sobre esse assunto.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Problemas auditivos podem ainda ser a fonte ou porta de entrada para o surgimento e desenvolvimento de outros quadros clínicos de saúde e, por isso, devem ser acompanhados e tratados de forma assertiva com profissionais e equipamentos especializados. Mesmo a perda temporária de audição precisa ser tratada com atenção e cuidado.  

Como evitar a perda temporária de audição  

Conforme explicado, a perda temporária de audição ocorre, principalmente, pela exposição a elevados níveis de ruídos. Por isso, a melhor maneira de prevenir a perda temporária de audição é evitando ambientes com excesso de ruído e/ou com nível de ruído muito elevado.  

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), existe um limite de tempo ao qual podemos ficar expostos a determinados níveis de ruído sem que isso prejudique a nossa audição e a nossa saúde.  

Por exemplo, um ruído de 102 decibéis torna-se extremamente prejudicial se ficarmos expostos a ele por 45 minutos ou mais. Já um ruído de 85 decibéis, permite que estejamos expostos por cerca de 8 horas sem apresentar prejuízo a nossa saúde, enquanto um ruído de 115 decibéis torna-se prejudicial a partir de apenas 7 minutos de exposição.  

Excedendo os limites para cada nível de ruído, é possível apresentar a perda temporária de audição ou, em casos extremos, a perda permanente do sentido.  

Por isso, além de evitar a perda temporária de audição, ao ser exposto a um som ou ruído muito alto, ou por um longo período de tempo, é recomendado que se mantenha em um ambiente calmo e silencioso por um tempo para recuperar as condições saudáveis de audição.  

Esse período de "repouso" varia de pessoa a pessoa e depende também no nível do ruído e o tempo em que esteve exposto.  

Principais fontes de ruído  

Principalmente nas grandes cidades, a maior fonte de ruído que pode levar à perda temporária de audição é o trânsito. O trânsito das grandes cidades reúnem dois fatores extremamente prejudiciais para a nossa saúde: o barulho excessivo e o estresse.  

A combinação desses dois fatores pode trazer diversos prejuízos para a nossa saúde, como a perda temporária da audição, ansiedade, transtornos alimentares e do sono, além de prejudicar significativamente o nosso bem-estar e qualidade de vida.  

Por isso, se a sua rotina exige que você fique longas horas no trânsito para se deslocar, prestes à atenção aos níveis de ruído que estiver sendo exposto e ao nível de estresse que isso causa e organize-se para ter momentos de calma, silêncio e relaxamento todos os dias.

Como tratar a perda temporária de audição  

Para tratar a perda temporária de audição, é fundamental que, antes de tudo, busque pela ajuda de um profissional especializado, tal como um fonoaudiólogo e também rever os níveis de ruído e ambiente ao qual você esteja se expondo para não tornar a perda temporária de audição em uma perda permanente.  

Respeitar os limites de ruído e o tempo de exposição a eles são os primeiros passos para preservar a sua audição e sua saúde. Ao perceber que teve uma perda temporária de audição, procure sair do ambiente e se afastar da fonte de ruído que possa ter causado. Em seguida, tente se manter em um ambiente silencioso até se sentir confortável de novo.  

É importante evitar o uso de fones de ouvido e / ou tampões durante esse período, para que não tenha a falsa impressão de ter recuperado a audição e para não expor a sua audição a níveis elevados de ruído novamente sem perceber que o volume e o tipo de ruído pode ser prejudicial.  

Se a perda temporária de audição persistir por mais de três dias, agende uma consulta com um médico especialista e relate o período e o ruído intenso ou elevado que se recordar de ter ficado exposto.  

Em alguns casos, pode ser necessários exames mais complexos e elaborados além do uso de algumas medicações por um determinado período. Para isso, é importante que o médico tenha a maior quantidade de informações a respeito do evento que você conseguir se lembrar.  

É comum, com o passar dos anos, termos uma pequena perda da audição, por diversos motivos. Por isso, visitar um médico especialista de sua confiança, pelo menos, uma vez ao ano, pode te ajudar a identificar possíveis problemas auditivos e tratá-los de forma imediata, evitando que evolua para problemas maiores e mais complexos.  

Se você exerce atividade ou frequente lugares com elevados níveis de ruído, ou que te exponha a um ruído constante, é fundamental que relate essas condições ao seu médico e busque orientações para tratar, diariamente, a recuperação da sua capacidade auditiva e evitar problemas auditivos mais sérios.  

Para quem trabalha em ambientes barulhentos ou com ruído constante, é importante fazer uso de equipamentos de proteção individual (EPI) específicos, como protetores auriculares de plugue ou fones.

Além disso, é importante refazer exames de audiometria e condição auditiva frequentemente para verificar se o seu ambiente de trabalho e atividade estão causando danos a sua audição. 

Não tratar a perda temporária de audição pode trazer diversos problemas por isso nós da Direito de Ouvir temos uma estrutura pronta para te receber e principalmente uma excelente oportunidade de avaliação com equipe de fonoaudiólogas e otorrinolaringologistas de qualidade que são altamente qualificados.

A nossa audição e nossa saúde devem ser nossa prioridade!