5 fatos sobre protetores de ouvido

Descubra como esses itens podem ajudar a manter sua saúde auditiva


Compartilhar

Você tem dificuldades para dormir a noite inteira? Sente dor nos ouvidos ao viajar de avião? Trabalha em um ambiente com muitos ruídos? Você é músico ou frequenta muitos shows e eventos?

Se você respondeu “sim” a alguma das perguntas, então este artigo é para você! Nele, você vai descobrir alguns fatos sobre os protetores de ouvido, um acessório fundamental para proteger sua audição nas situações acima e até para prevenir a perda auditiva.


1. Existem diversos modelos de protetores de ouvido

Basicamente, os protetores de ouvido, ou protetores auriculares, são acessórios projetados para proteger o usuário de ruídos externos. A proteção geralmente vem de um material que absorve as ondas sonoras, diminuindo assim a percepção do som de 20 a 30 decibéis. Os modelos de protetores de ouvido mais comuns são:

  • Protetor de espuma: esse é o modelo mais comum, barato e fácil de encontrar no mercado. Ele é confeccionado em uma espuma que se adapta aos ouvidos e pode ser usado na maioria das situações. Geralmente, os protetores de espuma são bem fracos e precisam ser descartados em poucos dias de uso.

    Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

    Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


  • Protetor de silicone: esse modelo é formado por várias camadas de silicone em formato de cone. O material permite a higienização e aumenta a durabilidade, que pode chegar a meses. A principal utilização dos protetores auriculares de silicone é como Equipamento de Proteção Individual (EPI) em indústrias, oficinas, obras etc.

  • Protetor tipo concha: esse protetor é formado por duas conchas com espuma acústica nas laterais, bem parecido com fones de ouvidos externos.

2. Evita problemas auditivos

A principal causa da perda auditiva entre jovens e adolescentes é a exposição a altos níveis de ruído, bem comum em locais de entretenimento, como boates e shows.

A boa notícia é que os protetores de ouvido são eficazes na prevenção da perda auditiva temporária e de outros problemas, como zumbido no ouvido. Então, da próxima vez que for a algum evento, considere usar os protetores para evitar os problemas auditivos no futuro.

 

3. Você pode dormir com os protetores

Se você tem um sono leve, mora em uma área barulhenta ou tem um parceiro que ronca, os protetores auriculares podem ser seus grandes amigos! O acessório é seguro e pode aumentar significativamente a qualidade do seu sono.

4. Não são 100% eficazes

Embora funcione para a maioria dos casos, os protetores auriculares nem sempre conseguem barrar todo o ruído. Em situações com barulho extremamente alto pode ser necessário ter uma ajuda extra para bloquear o som e manter um nível de ruído que seja confortável aos ouvidos. Telas e janelas acústicas, portas reforçadas e espumas de vedação são algumas alternativas para fazer o isolamento acústico do local.

5. Existem efeitos colaterais

O uso regular pode apresentar alguns efeitos colaterais que você precisa ficar atento. É comum que os protetores empurrem a cera de volta ao ouvido, causando um acúmulo. Isso pode ser uma causa da perda auditiva temporária e zumbido.

Além disso, os protetores auriculares podem facilitar o surgimento de bactérias, resultando em infecções. Por isso, é importante usar os acessórios com moderação e sempre fazer a higienização.