Fonoaudiólogos alertam sobre os fones de ouvido

Perda auditiva induzida por ruído e zumbido no ouvido são os mais comuns


Compartilhar

Smartphones, tablets e outras tecnologias são cada vez mais indispensáveis em nosso dia a dia. E, junto com eles, vêm os fones de ouvido. Seja para ouvir música, assistir vídeos ou para se comunicar, é bem provável que você sempre tenha um par de fones e um dispositivo eletrônico para conectá-lo sempre à mão. Acertamos?

Infelizmente, esses aparelhos que ajudam a tornar a vida mais simples, podem causar algum problema auditivo se você não for cuidadoso. Os mais comuns são zumbido no ouvido e perda auditiva induzida por ruído.


Isso pode parecer apenas um alerta de um fonoaudiólogo para assustar você. Contudo, o risco para sua saúde auditiva é real. De acordo com as previsões da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de metade dos jovens entre 12 e 35 anos, isto é, 1,1 bilhão de pessoas em todo o mundo correm o risco de sofrer de perda auditiva. O principal motivo é a exposição prolongada e excessiva aos sons altos, incluindo o barulho dos fones de ouvido. Clique aqui para saber as principais causas da perda de audição.

Como os fones de ouvido podem causar um problema auditivo?

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Os ruídos altos, em geral, são extremamente prejudiciais aos ouvidos. Ao usar fones de ouvido em volume alto, o risco é ainda maior. Isso porque os fones ficam bem próximos ao ouvido. Tal proximidade tem o efeito de aumentar o som equivalente a 9 dB!

Não é difícil entender como o som alto prejudica a audição. Quando as ondas sonoras chegam aos nossos ouvidos, elas fazem com que o tímpano vibre. Essa vibração é transmitida ao ouvido interno até atingir a cóclea. A cóclea contém milhares de pequenos “pelos”, que são as chamadas células ciliadas. Quando as vibrações sonoras atingem a cóclea, essas células se movem.

Sons mais altos provocam vibrações mais fortes, fazendo com que as células ciliadas se movam mais. Quando você ouve sons muito altos por muito tempo, as células ciliadas perdem sua sensibilidade à vibração.

Em alguns casos, as células podem se curvar muito por conta do barulho alto. É isso que causa a sensação de perda auditiva temporária e, depois de algum tempo, as células ciliadas se recuperam do ruído intenso e voltam a se mover.

Entretanto, nos casos mais comuns, as células ciliadas nunca se recuperam. Elas podem estar muito danificadas para continuar funcionando normalmente. Isso leva a perda auditiva permanente. Este tipo de problema auditivo induzido por ruído é quase impossível de se recuperar.

Tempo de uso e volume dos fones

O volume do som nos fones de ouvido e o tempo que você o escuta tem forte influência na ocorrência de um problema auditivo. Fonoaudiólogos e demais especialistas em audição alertam que todo ruído a partir de 85 dB pode causar danos nos ouvidos.

Para você ter uma noção, são necessárias 8 horas de exposição a 80 dB para deteriorar a audição, apenas 1 hora a 89 dB e alguns minutos para 100 dB. E não pense que é muito difícil atingir essa intensidade de som com os fones de ouvido. A maioria dos dispositivos de música atuais pode produzir sons de até 120 dB, o que equivale a um nível de som em um show de rock.

Sabemos que a maioria das pessoas não tem um medidor de nível de som para analisar a intensidade do que está tocando em seus fones de ouvido. Mas não é difícil perceber quando o volume é excessivo. Se as pessoas que estão ao seu redor podem ouvir o que está tocando em seus fones, você definitivamente precisa diminuir o volume.

Se, ao retirar os fones, você ouve um zumbido em seus ouvidos ou sente que o mundo ao redor soa um pouco abafado, é um sinal claro de que o volume está excessivamente alto. Mesmo que a audição volte rapidamente ao normal, você pode estar causando danos permanentes em seus ouvidos.

Como prevenir problemas auditivos

Evitar problemas auditivos causados por fone de ouvido não é difícil. É necessário apenas quebrar alguns hábitos que são prejudiciais. Então, para não estragar seus ouvidos e garantir que ouvir música continua sendo um prazer, aqui estão algumas dicas para usar seus fones de ouvido de forma consciente:

Abaixe o volume

Pode parecer óbvio, mas a perda auditiva induzida por ruído é causada principalmente pela exposição a ruídos muito altos. Portanto, limitar o volume do que você escuta no fone de ouvido é uma mudança simples e que pode proteger sua audição.

A maioria dos smartphones, por exemplo, alerta quando o volume dos fones é prejudicial aos ouvidos. Então, não ignore o aviso ou mantenha o volume em até 60% do nível máximo.

Limite o tempo de exposição

Além de diminuir o volume, você também pode limitar o tempo que utiliza os fones de ouvido para proteger sua audição. Uma boa maneira de ter o controle de tempo e volume é usando a regra 60-60: não escute mais do que 60% do volume máximo por mais de 60 minutos.

Além disso, faça pausas de uma hora a cada duas horas de escuta. Assim, você garante que sua orelha está descansando dos ruídos por um bom tempo.

Use fones com bloqueio de ruído

Muitas vezes, colocamos os fones no volume máximo para abafar outros sons. Contudo, há uma maneira de fazer isso sem prejudicar a audição. Existem modelos de fones de ouvido com bloqueio de ruído. Tais dispositivos abafam o som externo, permitindo que você aproveite sua música com um volume mais baixo e sem se distrair com outros barulhos.

Use modelos externos

Fonoaudiólogos e audiologistas frequentemente recomendam o uso de fones de ouvido over-the-ear. Eles são aqueles fones maiores que ficam sobre a abertura da orelha, em vez de modelos que são colocados diretamente no ouvido. Os fones de ouvido externo aumentam a distância entre o tímpanos e o alto-faltante, diminuindo a chance de perda auditiva induzida por ruído.

Infelizmente, se os seus ouvidos já estiveram danificados por causa dos ruídos dos fones de ouvido, sua audição pode nunca se curar completamente. Entretanto, isso não significa que você nunca vai ouvir bem novamente. Um fonoaudiólogo pode indicar um aparelho auditivo para recuperar sua capacidade auditiva. Qual o exame que avalia a capacidade auditiva?

Na Direito de Ouvir, os profissionais são especializados em encontrar o aparelho auditivo perfeito para suas necessidades e estilo de vida. Para saber mais, conheça nossas soluções auditivas. Clique aqui para conhecer.