Por Direito de Ouvir

17 de dezembro de 2021

Você sabe o que é a perda auditiva unilateral?

Veja quais são as causas e o benefício do uso de aparelhos auditivos.

17 de dezembro de 2021


A perda auditiva unilateral é a perda de audição em apenas um dos lados, sendo ela parcial ou total, podendo acometer bebês, crianças e adultos.

 

A perda auditiva, quando não identificada logo, pode trazer dificuldades para identificar os sons, causando desatenção, atraso na linguagem, zumbido, estresse, dentre outros prejuízos que afetam a vida dos pacientes.

 

A perda auditiva unilateral pode ser causada por doenças que afetam diretamente a audição de um dos lados da orelha, tais como:

 

Surdez Súbita: uma das causas mais comuns da perda auditiva unilateral. É a perda brusca da audição, de caráter sensorioneural, geralmente unilateral, que não tem causa conhecida.

 

Surdez congênita: pode acontecer devido a alterações hereditárias ou adquiridas. A hereditária, normalmente herdada dos pais, que podem também ter algum grau de alteração auditiva ou não.

 

Síndrome de Ménière: uma doença rara caracterizada por crises de vertigem, tonturas, perda de audição e zumbido, afetando a orelha interna através de acúmulo de líquidos nesta região.

 

• Traumatismo: pessoas que tem um histórico de traumatismo craniano por acidentes de trânsito, brigas ou armas, que atingem a cabeça também estão sujeitas a obterem a perda auditiva condutiva a longo prazo, podendo afetar os ossos do ouvido;

 

• Origem idiopática: são perdas auditivas onde as causas são desconhecidas;

 

Schwannoma ou neuroma do nervo acústico: é causada por tumores encontrados no ouvido interno. Tais tumores podem progredir e pressionar o nervo auditivo, interrompendo os impulsos elétricos. Pode ser causada, também, no momento da retirada do tumor.

 

Os pacientes que possuem perda auditiva unilateral apresentam resistência para procurar um profissional, uma dificuldade de aceitar a perda auditiva e em procurar ajuda, muitos também não têm o apoio da família.

 

Atualmente, existem vários tratamentos para ajudar a quem possui uma perda auditiva unilateral: cirúrgico, implante coclear ou aparelho auditivo - que é o mais indicado.

Os aparelhos auditivos, além de apesentarem modelos diversificados, com design moderno, têm a tecnologia como uma grande diferencial, porque além de ajudar na perda auditiva, contribuem no tratamento para zumbido, têm conectividade com celulares, ajuste de ruídos e outras opções para atender à necessidade individual de cada um paciente.

 

Um dos sistemas que é utilizado nos dias de hoje é o modelo Cros, que são compostos por dois aparelhos, onde um é colocado no lado que apresenta a perda auditiva e o outro do lado que não apresenta a perda.

 

Como se dá o funcionamento do Cros do aparelho auditivo?

Os aparelhos auditivos cros ajudam a perda auditiva unilateral, pois ele vai captar os sons que chegam no lado com perda e enviar para o lado que não apresenta a perda auditiva, ou seja, o lado “normal” ajuda na compreensão e qualidade de todos os sons que chegam na orelha que apresenta a perda auditiva.

A tecnologia cros ajuda o paciente com a perda unilateral a “escutar” os sons que estão ao redor da orelha incapacitada, sem que ele precise se esforçar para isso.

 

Caso você apresente algum sintoma de perda auditiva procure ajuda de um otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo o quanto antes, para buscar o melhor tratamento.

 

Agende sua consulta.

 

Fga. Alana Cristina Moura
CRFª: 10.230 


Marcadores
Perda auditiva
Nós usamos seus dados para analisar e personalizar nossos anúncios e serviços durante sua navegação em nossa plataforma. Ao continuar navegando pelo site Direito de Ouvir você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las