Perda auditiva: principais sintomas

É importante procurar um otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo assim que eles aparecerem


Compartilhar

Os problemas no ouvido ficam mais comuns à medida que as pessoas envelhecem. Ainda assim, é preciso ficar ciente de que a perda da audição pode afetar qualquer pessoa, independentemente de sexo, idade ou estilo de vida.

A maioria dos casos de perda auditiva acontece gradual e progressivamente e piora com o tempo. Muitas vezes, os sintomas são percebidos somente quando a situação está extrema. Por isso, é importante ficar atento aos primeiros sinais de redução da capacidade auditiva. Assim, é possível contar com a ajuda de um otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo para amenizar o impacto na qualidade de vida.


Pensando nisso, reunimos alguns sinais reveladores da perda da audição. Eles ajudarão a identificar o problema e tomar as medidas adequadas para recuperar o prazer de ouvir.

Sinais da perda da audição

Você pode pensar que é óbvio identificar a perda auditiva, mas não é tão simples assim. Cada pessoa experimenta o problema auditivo de uma maneira, portanto, não existe um único sinal a ser observado.

Para começar, a maioria das pessoas com problemas auditivos possui dificuldade para ouvir alguns sons específicos e em circunstâncias específicas. Consequentemente, você pode ouvir normalmente em algumas situações e achar que o problema está nas pessoas que estão falando muito baixo.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Em segundo lugar, os sintomas da perda auditiva aparecem ao longo dos anos e pode ser mais difícil perceber imediatamente. É bem mais conveniente se adaptar à dificuldade de ouvir - aumentando o volume da TV, por exemplo - do que admitir que tem perda auditiva.

Aqui estão os principais sinais de perda da audição que você precisa observar.

1. Você não consegue acompanhar as conversas

Mesmo quem sofre com perda auditiva mais leve pode ter a impressão desagradável de que o interlocutor não está falando claramente. Especialmente em locais barulhentos (rua, restaurante etc) ou quando há muitas pessoas ao redor, você pode ter dificuldade para acompanhar uma conversa.

2. Vozes femininas e infantis parecem abafadas

A maioria dos casos de perda auditiva é decorrente de um problema no ouvido interno (surdez neurossensorial). Nessas situações, a capacidade de ouvir sons agudos é prejudicada. Logo, é comum ter dificuldades para compreender vozes como de mulheres e crianças. Sons de grilos, pássaros e até o apito do microondas também se tornam mais difíceis de ouvir por causa disso.

3. Esgotamento após reuniões sociais

Depois de assistir uma palestra ou ir a um restaurante com os amigos você tem a sensação de esgotamento? Parece improvável, mas pode ser um sinal da perda da audição.

Isso acontece porque você não consegue ouvir bem todos os sons. Então, seu cérebro precisa se esforçar mais para que você compreenda o que os outros estão dizendo. Todo esse esforço realizado durante uma reunião social pode deixá-lo naturalmente cansado e com dores de cabeça.

4. Você depende da leitura labial

Outro sinal comum, mas sutil, é aprender a fazer a leitura labial - assim como acompanhar as expressões faciais, gestos com as mãos e linguagem corporal - enquanto conversa com uma pessoa.

Se algum dos nossos sentidos não está funcionando como deveria, o cérebro tenta compensar usando outro sentido, neste caso, a visão. Portanto, quando há algum problema na audição, é comum começar a usar as dicas visuais para esclarecer o que foi dito.

5. Zumbido no ouvido

O zumbido no ouvido é um ruído que não tem uma fonte externa real. Esse é o sinal mais fácil de perceber e talvez o mais incômodo da perda auditiva. Uma atenção especial deve ser dada ao perceber o zumbido, especialmente no caso de frequentar muitas boates, shows ou usar fones de ouvido. Tais ações podem reforçar o ruído.

Se o zumbido não passar com o tempo, não deixe de consultar seu otorrinolaringologista. Além de ser um sinal de perda auditiva, o ruído pode indicar outro problema de saúde.

6. Seu celular, TV ou rádio estão sempre no volume máximo

Assim como nos diálogos, ouvir os sons dos dispositivos eletrônicos pode se tornar um desafio para quem sofre com a perda auditiva. Principalmente na televisão, quando a fala e os efeitos sonoros se misturam, compreender o que está sendo dito é ainda mais complicado.

Por isso, as pessoas com problemas auditivos começam a aumentar o volume do celular, TV ou rádio para tentar ouvir melhor. Então, observe se as pessoas que convivem com você estão incomodadas ou reclamando do volume excessivo dos aparelhos.

7. Não conseguir ouvir sons do dia a dia

A perda auditiva pode dificultar a audição de sons domésticos normais, como o barulho da campainha, o toque do telefone ou alguém gritando seu nome em outro cômodo da casa.

Perda auditiva ou algo a mais?

Algumas vezes, os sintomas da perda auditiva podem ter uma origem diferente. Pode ser outra condição de saúde ou até mesmo outro problema no ouvido, como excesso de cera. Por isso, é importante consultar seu otorrinolaringologista ou fonoaudiólogos para realizar uma avaliação auditiva completa. Assim, o profissional poderá analisar:

• Se há alguma anormalidade em sua orelha;

• Seu estilo de vida;

• Histórico da sua saúde auditiva e geral;

• Resultados da audiometria.

Durante a consulta, lembre-se de discutir sobre qualquer um desses sinais de perda auditiva que você possa ter notado.

O que acontece se a perda auditiva for confirmada?

Depois de realizar uma avaliação, o profissional de saúde auditiva examinará os resultados para determinar se há perda de audição, bem como o tipo e o grau do problema.

A orientação de tratamento dependerá da causa da perda auditiva e do impacto que ela tem em sua vida. Para algumas pessoas, basta remover o excesso de cera do canal auditivo. Quando a origem dos problemas no ouvido tem outras causas médicas, pode ser recomendado o tratamento com medicação ou cirurgia. Contudo, a melhor solução para a maioria dos indivíduos com perda auditiva é o uso de aparelhos auditivos.

O primeiro passo para tratar a perda auditiva é reconhecer que há um problema e tomar as ações necessárias para resolvê-lo. Em média, uma pessoa com problemas no ouvido demora sete anos para procurar ajuda. Porém, a demora para tomar alguma atitude pode prejudicar ainda mais a audição.

Então, se você (ou alguém que você conhece) notar alguns dos sintomas listados acima, é hora de fazer uma avaliação profissional. Você pode agendar uma consulta com um dos fonoaudiólogos da Direito de Ouvir e encontrar a melhor solução para os seus problemas no ouvido.