Por Direito de Ouvir

25 de agosto de 2021

Você sabe o que é síndrome de Ménière?

Saiba o que é e os possíveis tratamentos.

25 de agosto de 2021


A Síndrome de Ménière é uma doença rara caracterizada por crises de vertigem, tonturas, perda de audição e zumbido, porque afeta a orelha interna através de acúmulo de líquidos nesta região.

 O ouvido interno possui o labirinto membranáceo, que é um conjunto de canais semicirculares onde contém a endolinfa – líquido que apresenta um papel essencial no equilíbrio do corpo.

 Quando entramos em movimento, a endolinfa também se mexe, fornecendo sinais elétricos ao cérebro sobre a nossa posição corporal.

 Na doença de Ménière, como também é conhecida, ocorre uma extensão do volume de endolinfa (líquido) dentro do labirinto, causando um estiramento desse compartimento em decorrência de um aumento da pressão interna. Isto afeta o envio dos sinais ao nosso cérebro, prejudicando a qualidade da informação e favorecendo os sintomas como a tontura e o desequilíbrio.

 Alguns fatores podem levar ao aumento dessa pressão da endolinfa como: infecções virais, alterações anatômicas no ouvido, enxaquecas, lesões na cabeça, dentre outros.

 Os sintomas da Síndrome de Ménière são zumbidos, tontura, vertigem, perda de audição, plenitude auricular:

 • Zumbido é uma sensação de um ruído no ouvido, assim como um apito;

 • Vertigem é a sensação de que seu corpo está girando em relação ao espaço, podendo causar a perda do equilíbrio, e ser acompanhado de náuseas e vômitos;

 • Perda auditiva, que geralmente se inicia nas frequências graves, mas atinge todas as frequências de forma permanente. Há relatos de que, no período das crises, essa perda auditiva é flutuante.

 • A plenitude auricular é a sensação de ouvido tapado, podendo durar até algumas horas depois do fim da crise.

 Todos esses sintomas podem durar de três minutos até vinte e quatro horas. Sua intensidade vai depender de pessoa para pessoa, indo de um leve incomodo, um mal estar, até crises em que a pessoa não consegue se levantar da cama.

 Por isso, se faz necessário o diagnóstico o mais rápido para iniciar um tratamento e amenizar os sintomas dessas crises.

 A Síndrome de Ménière geralmente afeta uma população entre em 30 e 50 anos de idade e o histórico clínico do paciente é de grande relevância para se chegar ao diagnóstico, pois muitas vezes os sintomas se confundem com outras doenças, podendo atrapalhar que o paciente busque a ajuda do profissional especializado.

 Como não existe cura para esta síndrome, o tratamento varia conforme conduta médica, mas geralmente serve para diminuir os sintomas como a tontura, zumbido, náuseas e vômitos através de medicação. Uma alimentação saudável, com frutas e verduras, baixo consumo de sódio e maior consumo de potássio, também é um dos tratamentos indicados para diminuir a frequência das crises.

 No caso da perda auditiva, é possível indicar o uso do aparelho auditivo, que ajuda também no tratamento do zumbido.

 Nos casos mais graves, o médico pode indicar uma cirurgia para drenar o líquido acumulado, por isso, é preciso procurar o profissional capacitado para que ele prescreva o melhor tratamento.

Fonoaudióloga Jordana Leite Teixeira
CRFª: 9-9444-5

Nós usamos seus dados para analisar e personalizar nossos anúncios e serviços durante sua navegação em nossa plataforma. Ao continuar navegando pelo site Direito de Ouvir você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las