Gabriela Bandoni
Por Gabriela Bandoni
Fono Especialista

24 de novembro de 2018


0 compartilhamentos
Nenhum comentário

Pais devem alertar os filhos sobre perda auditiva

Estima-se que um a cada seis adolescentes sofra com perda auditiva


Compartilhar

Perda auditiva em adolescentes

Você já falou com os seus filhos a respeito dos riscos da perda de audição? Um estudo realizado pela Universidade de Michigan mostrou que esse assunto ainda é um tabu entre as famílias.

O resultado da Enquete Nacional de Saúde Infantil aponta que cerca de 70% dos pais de adolescentes nunca conversaram os filhos sobre a perda auditiva. Entre essa porcentagem, a maioria acredita que os jovens não correm o risco de ter problema auditivo.


Por outro lado, os dados da enquete mostram que a perda auditiva induzida por ruídos atinge um a cada seis adolescentes dos Estados Unidos.

Causas da perda auditiva em adolescentes

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


A perda auditiva pode afetar qualquer pessoa independentemente da faixa etária e, em todos os casos, as causas da perda de audição são variadas.

Desde doenças, fatores genéticos, lesões na cabeça ou no ouvido, exposição a certos medicamentos até por causa do envelhecimento. Na adolescência, entretanto, a exposição à ruídos excessivos é a principal causa da perda de audição.

A perda auditiva pode ser desencadeada após um ruído extremamente alto em um período de tempo relativamente curto, como em shows e outros eventos, por exemplo.

Outra causa da perda auditiva em jovens é escutar música em volume alto nos fones de ouvido. Essa é uma atitude comum entre os jovens e também uma das principais vilãs para a audição.

Isso ocorre porque os fones ouvido transmitem o som diretamente para o canal auditivo, sem nenhum tipo de filtro. Soma-se a isso, os longos períodos de utilização dos fones e, claro, o volume excessivamente alto.

O que os pais devem fazer

A boa notícia é que essa causa da perda de audição é totalmente evitável. Mas, para isso, é preciso que os pais tenham consciência do risco da perda auditiva em seus filhos e conversem com eles sobre o assunto.

Se esse é o seu caso, confira algumas atitudes que você pode tomar para ajudar seus filhos a prevenirem a perda de audição:

● O diálogo é o primeiro passo para os jovens entenderem todos os riscos envolvidos com o uso excessivo dos fones de ouvido;

● O limite seguro para a audição humana é de até 85dB. Por isso, oriente seu filho a usar fones e outros aparelhos sonoros com até 50% da capacidade sonora do dispositivo.

● Considere o uso de tampões de espuma para os ouvidos quando eles forem a shows muito barulhentos ou então peça para que fiquem distantes das caixas de som;

● Se perceber que seu filho está com dificuldades para ouvir sons normais do dia a dia, leve-o a uma consulta com um otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo.

Os pais têm um papel fundamental para diminuir a ocorrência de problemas auditivos nos adolescentes. Por isso, converse com seu filho e mostre como proteger a audição ainda na juventude pode reduzir a probabilidade de ter perda auditiva no futuro.

Que tal começar compartilhando este artigo com seu filho ou com outros pais que precisam saber dessas informações?