Por Direito de Ouvir

01 de julho de 2022

Conheça os principais sinais da perda auditiva

A diminuição do som, pode comprometer a comunicação e a qualidade de vida do indivíduo.

01 de julho de 2022



A perda auditiva pode ocorrer de forma silenciosa em muitas pessoas.
No decorrer do tempo, pode ocasionar a diminuição do som, podendo comprometer a comunicação e abalar a qualidade de vida do indivíduo.


Quais sãos os principais sinais e sintomas da perda auditiva



• Escutar e não entender o que falam;
• Pedir que repitam o que foi dito ou pedir para que falem mais alto;
• Depender da leitura labial para entender;
• Dificuldade em atender telefone e preferir escrever mensagens;
• Ouvir televisão em volume mais alto e incomodar quem está ao lado;
• Falar mais alto;
Zumbido no ouvido;
• Sensação de plenitude auricular ou ouvido tapado;
• Dificuldade em se comunicar nos locais muito barulhentos e ter dificuldade em se comunicar;
• Isolamento social.

 A pessoa que apresenta esses sinais de perda auditiva, aos poucos pode começar a se isolar por vergonha, achar que o problema é com ela de não entender e muitas vezes não procurar ajuda necessária, podendo ocorrer a dificuldade no convívio social, chegando até a depressão.

Muitas pessoas não sabem qual profissional deve procurar e qual procedimento deve ser feito. O médico que deve ser procurado para realização dos procedimentos necessários é o otorrinolaringologista, e o profissional especializado é o fonoaudiólogo, este irá realizar exames audiológicos. Tais exames verificam se há alterações em sua audição, mostrando o tipo e o grau da perda auditiva.

Quais os tipos e os graus das perdas auditivas?



As perdas auditivas apresentam diversas classificações e são baseadas no cálculo de três frequências do audiograma, chamada de média tritonal.

Graus da perda auditiva:

• Audição Normal: Menor ou até 25 dBNA
• Perda Auditiva Leve: de 26 a 40 dBNA
• Perda Auditiva Moderado: de 41 a 70 dBNA
• Perda Auditiva Severa: de 71 a 90 dBNA
• Perda Auditiva Profunda: > 91 dBNA

 Tipos de perda auditiva:
• Perda auditiva condutiva são ocasionadas por problemas na orelha média, como por exemplo: otites ou perfurações do tímpano.

• Perda neurossensorial são causadas por problemas a partir da orelha interna, ou seja, pela orelha média e tímpano, o som passa normalmente, como exemplos temos: a presbiacusia (causada pelo envelhecimento), infecções e traumas.

• Perda auditiva mista é a junção da perda auditiva condutiva e neurossensorial .

Qual o melhor tratamento após diagnóstico da perda auditiva?



 O tratamento para a maioria das perdas auditivas é o uso do aparelho auditivo. Em alguns casos, são realizadas cirurgias para correções e também a indicações de implante coclear, em casos de perdas profundas.

Existem vários modelos de aparelhos auditivos com diferentes tecnologias e as adaptações devem ser feitas de acordo com a necessidade de cada pessoa, ajustando ao seu estilo de vida e a sua perda auditiva. Se você foi identificado com a perda auditiva e precisa fazer uso de aparelhos auditivos, sabia que eles podem ser personalizados de acordo com as suas necessidades.

A linha de Aparelhos Auditivos MyDO foi desenvolvida pensando no que há de mais tecnológico no mercado, além de contarem com soluções que se adaptam perfeitamente ao seu estilo de vida.

Agende uma consulta com um de nossos profissionais e saiba tudo o que podemos oferecer para agregar ainda mais qualidade sonora aos seus melhores momentos.

Fonoaudióloga Alana Moura 
CRFª:10.230


Marcadores
Aparelhos Auditivos
Nós usamos seus dados para analisar e personalizar nossos anúncios e serviços durante sua navegação em nossa plataforma. Ao continuar navegando pelo site Direito de Ouvir você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las