Por Direito de Ouvir

03 de setembro de 2021

Tecnologia, Aparelho Auditivo e Qualidade de Vida

Aparelhos Auditivos Associados ao Bem Estar

03 de setembro de 2021


 Sabemos que o uso de próteses auditivas vai muito além de simplesmente amplificação sonora.

 Com as tecnologias cada vez mais avançadas, os aparelhos auditivos têm como função cuidar e proporcionar bem estar e segurança ao paciente e a todos que o rodeiam.

Diferente do que as pessoas pensam, tecnologia, aparelhos auditivos e qualidade de vida podem e devem andar lado a lado.
 
 Hoje, o mercado de próteses auditivas possui modelos com conectividade utilizando aplicativos e acessórios. 

 Os aplicativos têm como função facilitar a vida dos seus usuários, para que eles possam conectar os aparelhos com o celular, a fim de regulá-los de acordo o ambiente em que se encontram, localizar as próteses caso as percam, aumentar e diminuir o volume, fazer uma varredura dos componentes do aparelho (como os receptores, microfones e circuito).

 Também é importante ter acesso ao profissional fonoaudiólogo que cuida da sua saúde auditiva, onde conseguimos até mesmo prestar um serviço de atendimento remoto, proporcionando mais conforto e agilidade para o paciente.

 Além da conectividade com os smartphones, também temos as opções dos acessórios de conectividade como, por exemplo, o de televisão. Este acessório existe para que o paciente possa assistir aos seus programas favoritos sem incomodar os familiares com o volume muito alto, pois o áudio é transmitido direto para os aparelhos auditivos. Existe também o controle remoto para aumentar e diminuir o volume, mudar os programas e acessar o seu programa auditivo preferido.

 Outra opção muito utilizada são os acessórios para saída direta de áudios nos aparelhos auditivos, para que o paciente ouça em qualquer lugar áudios do WhatsApp, ligações, reuniões e palestras.

 E para os pacientes que precisam, além de uma amplificação sonora, amenizar os efeitos do zumbido, existem diversos modelos que oferecem os serviços de gerenciador de som para zumbido que tem como função no tratamento desta enfermidade que atinge mais de 278 milhões de pessoas no mundo todo, 28 milhões só no Brasil, segundo a organização Mundial da Saúde (OMS).

 Associado a todos estes benefícios, o uso dos aparelhos auditivos auxilia fortalecendo o processamento auditivo e as habilidades que vamos perdendo ao longo da vida, pois não associamos que não ouvir bem impede nossa capacidade de pensar e interagir ativamente com a sociedade, podendo assim desenvolver depressão e demências devido à falta de estímulo cerebral por meio das vias auditivas.

 Alinhado com um excelente aparelho auditivo, o paciente também deve praticar exercícios físicos regularmente, cuidar da alimentação, ter um boa noite de sono, beber água ao longo do dia e realizar check-up anualmente com seu médico de confiança para que tenha um envelhecimento com mais qualidade de vida.

 Nós conseguimos prevenir as perdas auditivas evitando sons muito altos, uso prolongado dos fones de ouvido, uso dos equipamentos de segurança para os profissionais que trabalham expostos a todos os tipos de ruído e realizar exames anualmente exames audiológicos com o fonoaudiólogo.

 Por isso é importante acompanhar regularmente a sua saúde auditiva, uma vez que sua ausência pode causar uma perda considerável da qualidade de vida. Ter um acompanhamento médico e de um fonoaudiólogo de sua confiança e essencial para preservar sua audição e mantê-la saudável por mais tempo. Não se descuide!

Fonoaudióloga Jéssica Silva Santos
CRFª: 2-199199


-
Créditos da Foto: 
Mafê Prost
Sol Fotografia


Marcadores
Aparelhos Auditivos
Nós usamos seus dados para analisar e personalizar nossos anúncios e serviços durante sua navegação em nossa plataforma. Ao continuar navegando pelo site Direito de Ouvir você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las