Você tem ou conhece alguém com perda auditiva?


Sim Não

Por Gabriela Bandoni

04 de dezembro de 2019

9 maneiras eficazes de evitar a perda auditiva

Aprenda prevenir a perda auditiva com ações simples que você pode aplicar no dia a dia

04 de dezembro de 2019


Envelhecimento, exposição a ruído excessivo, problemas genéticos, doenças infecciosas e uso de certos medicamentos são algumas das principais causas da perda auditiva. O problema atinge aproximadamente 466 milhões de pessoas em todo o mundo e a estimativa é que o número continue a crescer.

Mas, você sabia que existe prevenção para a perda auditiva? De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), metade de todos os casos de perda auditiva poderiam ter sido evitados.


Embora nem todos os tipos de perda auditiva possam ser evitados, existem algumas atitudes que podem ser feitas para reduzir o risco de desenvolver a perda auditiva relacionada à idade e/ou perda auditiva induzida por ruído, por exemplo.

Aqui estão 9 maneiras simples de proteger seus ouvidos e exercer seu direito de ouvir em qualquer momento da vida.

1. Evite barulhos altos

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Uma das principais causas de perda auditiva é a exposição ao ruído. Esse tipo de problema auditivo ocorre porque as pequenas células ciliadas do ouvido são danificadas quando um barulho muito alto atinge os ouvidos. Uma vez destruídas, essas células não podem ser substituídas.

A melhor forma de prevenir a perda auditiva induzida por ruído é evitar barulhos extremamente altos (acima de 85 dB), como em boates, shows, eventos esportivos, ferramentas elétricas, explosivos, motores a jatos e armas de fogo. Saiba mais sobre os ruídos clicando aqui!

2. Use fones de ouvido com cuidado

Ouvir música alta em fones de ouvido é um dos maiores perigos para sua audição. Segundo a OMS, mais de 1 bilhão de jovens correm o risco de sofrer com a perda auditiva induzida por ruído, principalmente por causa do uso irresponsável dos fones.

Portanto, algumas dicas para evitar a perda auditiva ao usar fones de ouvido são:

• aumente o volume apenas até o nível suficiente para ouvir sua música confortavelmente;

• não use os dispositivos com mais de 60% do volume máximo. Alguns aparelhos permitem que você limite o volume automaticamente;

• prefira os fones de ouvido com cancelamento de ruído;

• não use os fones de ouvido por mais de uma hora seguida. O ideal é fazer uma pausa de pelo menos 5 minutos a cada hora.

3. Mantenha as orelhas secas

O excesso de umidade nos ouvidos pode fazer com que as bactérias entrem e ataquem o canal auditivo. Consequentemente, podem surgir problemas auditivos, como infecções que afetam a capacidade auditiva.

Portanto, sempre seque os ouvidos com cuidado após tomar banho ou nadar. Caso sinta que a água ficou acumulada no ouvido, incline a cabeça e pressione levemente para que a umidade saia.

Outra maneira de manter os ouvidos secos e saudáveis é utilizar tampões específicos para natação.

4. Trate infecções adequadamente

Se não forem tratadas adequadamente, as infecções nos ouvidos podem causar perda auditiva. Por isso, é importante ficar atento sempre que perceber sinais de gripes, resfriados e dores no ouvido. Nesses casos, procure um médico para fazer o tratamento indicado e evitar complicações para sua saúde auditiva.

5. Não use cotonetes

Muitas pessoas têm o hábito de usar cotonetes para limpar os ouvidos, mas isso não é aconselhável pelos profissionais. Ao colocar qualquer objeto dentro do canal auditivo, você corre o risco de danificar partes sensíveis, como o tímpano e causar a perda auditiva.

Ter um pouco de cera nos ouvidos é totalmente normal e importante para sua saúde auditiva. A cera funciona como uma proteção que impede a entrada de poeira e outros detritos que podem prejudicar a audição. Além disso, pode ficar tranquilo, pois os ouvidos são autolimpantes.

Se você estiver com excesso de cera de ouvido, é recomendado limpar a orelha externa delicadamente com uma toalha úmida. Mas, se acúmulo de cera estiver prejudicando a audição, a melhor alternativa é sempre procurar ajuda médica.

6. Verifique medicamentos que são prejudiciais à audição

Anti-inflamatórios não esteroides, como aspirina e ibuprofeno, alguns antibióticos e remédios quimioterápicos são alguns dos medicamentos ototóxicos. Quando são ingeridos em grandes dosagens e por um longo período de tempo, representam um risco à saúde auditiva.

Portanto, se você utiliza algum desses medicamentos, convém conversar com o seu médico. Em algumas situações, é possível tomar um remédio alternativo para reduzir o risco de perda auditiva relacionada ao medicamento.

7. Tenha um estilo de vida saudável

Manter um estilo de vida saudável é essencial para afastar problemas de saúde, incluindo a perda auditiva. Algumas dicas para manter-se saudável e preservar sua capacidade auditiva são:

• Pratique atividades físicas: exercícios cardiovasculares (como caminhada, corrida e ciclismo) fazem o sangue bombear para todo o corpo, incluindo os ouvidos. Isso ajuda a manter sua audição funcionando perfeitamente;

• Gerencie a pressão arterial e a saúde cardíaca;

• Mantenha a diabetes sob controle;

• Evite fumar e consumir bebidas alcoólicas em excesso;

• Consuma alimentos ricos em vitaminas, como a B12 e minerais, como potássio e magnésio.

8. Consulte o otorrinolaringologista regularmente

Não deixe para buscar ajuda médica somente quando apresentar algum problema auditivo. Uma das melhores maneiras de evitar a perda auditiva ou pelo menos amenizar os efeitos é com o acompanhamento regular de um otorrinolaringologista.

Por isso, inclua a consulta com o especialista em saúde auditiva na sua rotina de cuidados com o corpo. Além disso, as pessoas acima de 50 anos, devem consultar o profissional pelo menos uma vez ao ano para avaliar a saúde auditiva e identificar problemas auditivos precocemente.

9. Faça testes auditivos

Também é importante incluir os testes auditivos em seus exames regulares, principalmente se você está exposto a altos ruídos no trabalho ou tem mais de 60 anos de idade.

A perda auditiva é uma condição que se desenvolve gradualmente. Por isso, os exames servem para identificar o problema no estágio inicial e permitem que você tome as medidas necessárias o quanto antes.

A ação é importante porque a perda auditiva não tratada pode prejudicar a qualidade de vida, além de estar associada a outros problemas de saúde, como demência, depressão e até doenças cardíacas.

Quando o assunto é prevenir a perda auditiva, nunca é cedo demais - ou tarde demais - para começar. Adotar um estilo de vida saudável, proteger seus ouvidos de barulhos altos e cuidar da saúde de modo geral, são maneiras eficazes de evitar a perda auditiva.

Se você precisar de um teste auditivo ou suspeitar que está com alguma perda auditiva, conheça todas as clínicas Direito de Ouvir para encontrar um fonoaudiólogo especializado em saúde auditiva bem perto de você.