Você tem ou conhece alguém com perda auditiva?


Sim Não

Por Gabriela Bandoni

07 de março de 2014

Quais são os efeitos da perda auditiva?

Perda auditiva prejudica capacidade de se comunicar e interagir com o mundo

07 de março de 2014


Problemas de audição variam muito de pessoa para pessoa, desde a perda auditiva relativamente leve até a surdez profunda. A capacidade auditiva é medida em tons (Hz) e intensidade (decibéis, ou dB). Um adulto com audição normal responde a sons entre 20Hz a 20.000 Hz, com intensidade a partir de 15db. Quando uma intensidade acima de 15 dB é necessária para ouvir e distinguir os sons, existe o que chamamos de perda auditiva. Vários tipos de perda auditiva podem afetar pessoas em qualquer faixa etária. Em crianças, a perda auditiva pode afetar o desenvolvimento da habilidade para se comunicar, se socializar, e aprender. Veja alguns possíveis efeitos da perda auditiva na comunicação:


Perda mínima (16-25 dB): Perda de aproximadamente 10% da compreensão da fala, principalmente quando há ruído de fundo (ex: sala de aula barulhenta).

Perda leve (26-40 dB): Sem amplificação de um aparelho auditivo, entre 25% e 50% da compreensão de conversas e discussões pode ser afetada. 

Perda moderada (41-55 dB): Sem amplificação, entre 50% e 100% da compreensão da fala pode ser perdida. A fala é compreendida dentro de certas condições, como conversar face a face, em conversas estruturadas com vocabulário controlado. 

Perda moderada a severa (56-70 dB): Sem amplificação, a fala precisa ser produzida em volume muito alto para ser compreendida. O indivíduo pode perder até 100% da comunicação falada.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Perda severa (71-90 dB): Sem amplificação, somente vozes bem próximas e em alto volume podem ser compreendidas.

Surdez profunda (>90 dB): Vibrações são percebidas em lugar de sons. A visão passa a ser mais importante do que da audição na comunicação e na aprendizagem. 

Perda unilateral (em apenas um ouvido): Sons leves ou distantes são menos percebidos, com dificuldade na localização de sons e na compreensão da fala em ambientes ruidosos.


Impacto da Perda Auditiva

A perda auditiva pode afetar a fala e o desenvolvimento da linguagem em crianças e deixá-los com dificuldade de comunicação quando adultos. Conheça outros impactos:

Comunicação

A consequência mais óbvia da perda auditiva são as dificuldades de comunicação: 

Conversas são menores; 

Menor uso do telefone;

Problemas de comunicação com a família, amigos e colegas de trabalho;

Pedir a outros que se repitam com frequência ou manter a conversa sem entendê-la.

Social

Como a habilidade em ouvir piora, muitas pessoas se isolam de interações sociais:

Evitam grupos e estranhos; 

Diminuem a eficiência no trabalho; 

Silêncio e isolamento.

Emocional

Perda auditiva não tratada causa uma série de sentimentos nas pessoas:

Raiva, frustração; 

Falta de concentração; 

Depressão; 

Embaraço; 

Ansiedade; 

Incerteza; 

Incompetência; 

Distanciamento de relações pessoais.

Os efeitos do não tratamento da perda auditiva podem aumentar. O uso regular de aparelho auditivo, combinado com práticas efetivas de comunicação, pode ajudar às pessoas com problemas auditivos a viverem em total harmonia com a sociedade.

Como saber se tenho perda auditiva?

Uma série de sinais pode indicar que uma pessoa sofre de perda auditiva e precisa usar aparelho auditivo. Para identificar esses indícios, é preciso observar alguns comportamentos no dia a dia. Conheça algumas situações que podem indicar déficit auditivo:

  • Quando a pessoa passa a não entender direito o que é falado ao telefone ou em locais mais barulhentos;
  • Quando ela passa a achar que o tom de voz normal é um sussurro;
  • Se ela têm necessidade de aumentar muito o som da TV ou do rádio para conseguir entender as coisas que estão sendo apresentadas;
  • Se ela não entende o que as pessoas dizem e, por vergonha, acaba dando respostas erradas às perguntas;
  • Quando ela pede com frequência para que as pessoas repitam o que disseram.

Confira mais situações aqui.

Leia mais

Cinco passos para tratar a perda auditiva

Mitos e verdades sobre a perda auditiva


Marcadores
Perda auditiva