A idade e a diminuição da audição

Com o envelhecimento, ocorre um desgaste natural da audição


Compartilhar

Pesquisas demonstram que 70% dos idosos sofrem com algum tipo de perda auditiva. Ficar mais velho é um processo natural, que em muitos casos pode realmente ser acompanhado pela diminuição da audição. Com o envelhecimento, ocorre um desgaste natural da audição, e com isso pode surgir o que chamamos de presbiacusia, a perda auditiva relacionada a idade.

Entre os seus sintomas estão presentes a dificuldade para escutar a televisão e o rádio, e a falta de compreensão das palavras, principalmente em locais com muitas pessoas.

Faça nosso teste auditivo e descubra como está a sua audição!

Como a presbiacusia acontece?

Mas como é que a presbiacusia realmente acontece? É muito simples: o envelhecimento reduz o desenvolvimento das células e afeta estruturas importantes para a audição como o labirinto, uma estrutura do ouvido que está relacionada ao equilíbrio e à percepção espacial do corpo. Esses fatores – ainda mais se associados a outros degenerativos como o tabagismo – pode provocar a perda da audição.


Sintomas da presbiacusia

Vários idosos ao enfrentarem situações ligadas à perda auditiva - como dificuldade para ouvir conversas em grupo, falta de percepção dos sons ambientes em uma casa, dificuldade de assistir TV ou ouvir rádio -  tendem ao isolamento, sendo afetados pela depressão. O recomendável é: não se afaste, você não está sozinho, como algumas pessoas precisam de usar óculos, outras precisam de fazer o uso dos aparelhos auditivos para ouvir melhor. Em muitos casos, a perda auditiva pode chamar muito mais atenção do que o uso dos aparelhos auditivos. É preciso vencer o preconceito e procurar ajuda médica.

Tipos de presbiacusia

Especialistas em Audiologia falam em quatro tipos de presbiacusia. O mais comum é a  presbiacusia sensorial. Nela ocorre uma perda auditiva neurossensorial bilateral e simétrica, que começa na meia idade e determina queda auditiva em sons agudos. O zumbido pode ser um fator comum. Conheça os outros tipos de presbiacusia aqui.

Tratamento para a presbiacusia

Atualmente, existem tecnologias modernas que podem contribuir para a melhora da capacidade auditiva. O ideal é procurar a ajuda de um especialista que terá condições de avaliar o grau da perda e identificar as reais necessidades bem como o aparelho auditivo adequado.

Hoje existem vários tipos de aparelhos auditivos proporcionam uma melhor adaptação, conforto e ganho de audição. Os modelos mais comuns são: intracanal, intra-auricular e retroauricular. Saiba mais sobre os aparelhos comercializados pela Direito de Ouvir.

Ouvir bem nos ajuda no nosso relacionamento e interação com o mundo, o que reforça a importância de nossa audição para a saúde e qualidade de vida. Se você está com perda auditiva, busque ajuda de um otorrinolaringologista. Quanto antes o déficit for tratado, maiores são as chances de o resultado ser efetivo.

Quer agendar uma consulta com uma especialista da Direito de Ouvir? Acesse!

Como se adaptar aos aparelhos auditivos

A adaptação aos aparelhos auditivos exige dedicação e paciência. Nem sempre as pessoas com perda auditiva conseguem colocar as próteses e se acostumar a elas rapidamente. Isso é normal. Com a perda auditiva, os idosos se desacostumam aos estímulos sonoros e podem estranhar os aparelhos novos.

Neste processo de adaptação, algumas dicas podem ajudar. Confira:

    Comece a usar o aparelho gradualmente. Use-o em casa durante períodos curtos e vá aumentando conforme se sinta confortável
    Acostume-se aos poucos. Não tenha pressa. É normal estranhar os sons
    Quando estiver em casa, treine identificar os sons. O barulho do relógio, os passos dos moradores, a água na torneira, por exemplo
    Pratique o reconhecimento da sua voz lendo alguma coisa em voz alta
    No início, pratique a conversação com uma pessoa por vez
    A medida em que for se adaptando, amplie a conversação para mais pessoas. Preste atenção nos timbres de voz diferentes
    Se for assistir TV ou rádio, comece por ouvir programas com menos vozes, como o noticiário
    Se sentir dor ou qualquer incômodo, procure sua fonoaudióloga

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .