Por Direito de Ouvir

17 de fevereiro de 2021

O uso de fone de ouvido na pandemia

Quais os cuidados devemos ter?

17 de fevereiro de 2021


A rotina do dia-a-dia mudou muito desde o aparecimento de um vírus – COVID – que mexeu com o mundo. Essa mudança pode ser sentida em diversas áreas de nossas vidas, mas quero destacar uma em especial, o uso de fones de ouvido.

                Com as aulas e trabalhos online, virou rotina ver crianças, adolescentes e adultos usando fones de ouvido por várias horas seguidas todos os dias da semana. Antes era comum o uso apenas nos momentos de lazer, jogando vídeo game, assistindo vídeos e em ligações. Este tempo de uso diário com certeza dobrou com essas alterações que o mundo está passando, podemos observar com o trabalho home office que foi adotado por 46% das empresas durante a pandemia e as aulas online foram solução para as instituições de ensino.

                Precisamos ficar atentos com a faixa etária até os 14 anos que antigamente não fazia uso contínuo e diário de fones de ouvido. Atualmente com todas as mudanças tecnológicas os jovens acabaram aderindo a este uso e consequentemente ocorrendo a perda de audição.

 

                Neste momento, surge uma pergunta importante: O que podemos fazer, já que o uso de fones de ouvido virou uma “necessidade"?

                Se for usar por várias horas seguidas os fones de ouvido, é importante fazer intervalos periódicos a cada hora. Seja no intervalo de uma aula, trabalho, ligação ou reunião online, é recomendado a retirada dos fones de ouvido para permitir a ventilação no conduto auditivo e que tenha um descanso do som agindo tão próximo do ouvido.

                Outro fator importante é prestar atenção no volume durante o uso dos fones de ouvido, deve estar de médio para baixo e de preferência usar nos dois ouvidos simultaneamente, para que a estimulação auditiva ocorra igualmente.

 

                Vamos entender o que isso pode provocar na audição.

                Os fones de ouvido são usados muito próximos a estruturas vitais da audição, seja ele em concha ou intra-auricular (pois estão inseridos no conduto auditivo). O som chega com maior intensidade na membrana timpânica e células ciliadas que fazem parte da estrutura que conduz e transmite o som dentro do nosso ouvido. Uma dica é optar por modelos que fiquem externos aos ouvidos, quanto mais longe do conduto auditivo melhor.

                Com o uso dos fones de ouvido em volume alto e o tempo prolongado, acarretará danos nas células ciliadas do ouvido provocando assim uma Perda Auditiva Induzida por Ruído, desenvolvimento de zumbido e até uma surdez súbita.

Como higienizar seus fones de ouvido?

É importante higienizar os fones de ouvido diariamente para manter a saúde auditiva em dia. Faça a limpeza com um pano macio ou papel higiênico e um pouco de álcool, assim você estará removendo a sujeira visível e invisível acumulada. Desta forma podemos evitar a entrada de sujeiras, vírus, fungos ou bactérias no conduto auditivo, colocando em risco sua própria audição.

Lembre-se que não devemos compartilhar os fones com outras pessoas.

Cuide da saúde auditiva, porque você tem o DIREITO DE OUVIR!

LEILA GAMBA ZANONI

FONOAUDIÓLOGA CREDENCIADA DA DIREITO DE OUVIR

AV PRUDENTE DE MORAES 3228 - PIRASSUNUNGA


Marcadores
Curiosidades Perda auditiva
Nós usamos seus dados para analisar e personalizar nossos anúncios e serviços durante sua navegação em nossa plataforma. Ao continuar navegando pelo site Direito de Ouvir você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las