Cláudio Fonseca
Por Cláudio Fonseca
Otorrino Especialista

31 de julho de 2018


0 compartilhamentos
Nenhum comentário

Funções do ouvido humano

O ouvido tem um papel fundamental para o equilíbrio do corpo humano


Compartilhar

Ouvido humano pode ter outras funções além da audição

Ouvir música, conversar com as pessoas, escutar o barulho das buzinas no transito. Esses sons comuns no dia a dia só podem ser captados graças aos ouvidos.

O ouvido humano absorve as ondas sonoras no ar ao seu redor e transmite para o cérebro, onde se transformam em sons distintos e entendemos a mensagem. Para que esse processo complexo aconteça todas as partes do sistema auditivo precisam estar funcionando perfeitamente.


Ter a capacidade de ouvir permite que a pessoa experimente, se comunique e usufrua do mundo ao seu redor. Tudo isso tem um impacto significativo na qualidade de vida e melhorar todas as experiências vivenciadas.

Mas o ouvido humano faz muito mais do que simplesmente ouvir. Os ouvidos possuem outras funções que interferem em outros sentidos que muitas pessoas nem imaginam.

Nunca para de funcionar

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Mesmo durante o sono, os ouvidos continuam processando o som do ambiente. A diferença é que o cérebro se programa para responder ao ruído de acordo com o estágio do sono.

Quando se está em um sono mais leve, o cérebro responde a níveis normais de ruídos. Por isso, sons leves podem despertar uma pessoa.

No momento do sono profundo, o cérebro desliga grande parte dos receptores para que os ruídos normais não atrapalhem o sono. Nesse estágio, apenas os barulhos altos conseguem acordar alguém.

Ajudam no equilíbrio

O ouvido tem um papel fundamental para o equilíbrio do corpo humano. É comum que infecções no ouvido e congestões nasais deixem a pessoa com tonteira.

O ouvido interno contém um fluido que se movimenta quando a pessoa inclina para a vertical ou horizontal ou da esquerda para a direita. O cérebro capta essa movimentação e entende como compensar em forma de equilíbrio.

As infecções e congestionamentos afetam os fluidos e os sensores do ouvido, por isso a sensação de vertigem.

As orelhas são autolimpantes

Cera no ouvido não é sinal de falta de higiene. Ela é, na verdade, uma forma de proteção ao nosso canal auditivo contra sujeiras e poeira.

Portanto, não é necessário usar hastes de algodão ou outras técnicas para remover a cera. Apenas quando há produção excessiva de cera no ouvido um profissional deve fazer a limpeza.

O processo natural de limpeza das orelhas é feito graças aos movimentos de mastigação, que ajuda a mover o cerume para o lado externo da orelha. Assim, as orelhas são autolimpantes.

DNA nos ouvidos

A função da cera pode ir além da proteção os ouvidos. Ela tem sido usada em estudos antropológicos para mostrar as primeiras migrações da humanidade.

Existem vários tipos de cerume que são determinados por fatores genéticos. As suas características podem ser influenciadas pela etnia do indivíduo, o que vem ajudando a entender os antigos padrões migratórios.

O tipo mais comum é a cera úmida, encontrada em caucasianos e africanos. Já os asiáticos do Extremo Oriente possuem um cerume mais seco.

Possuem os menores ossos do corpo

Os menores ossos do corpo humano, também chamados de ossículos, estão localizados dentro do ouvido médio. Juntos, correspondem ao tamanho de uma moeda. São eles: o estribo, a bigorna e o martelo.

A função desses osso é auxiliar na transmissão de som, captando as ondas sonoras e transmitindo ao cérebro.

O ouvido interno também é incrivelmente pequeno, comparando-se ao tamanho de uma borracha de lápis. Apesar do tamanho, essa região contém cerca de 20 mil células ciliadas que amplificam o som e o transmitem para o cérebro e ainda protegem os ouvidos.

Influência no paladar

Os ouvidos podem afetar o sabor dos alimentos ingeridos. Isso ocorre porque um nervo chamado de corda do tímpano passa pelo ouvido médio e conecta as papilas gustativas ao cérebro.

Pode ser normal que ao realizar cirurgias ou contrair alguma doença no ouvido, as pessoas sintam diferenças no sabor dos alimentos. No entanto, isso não significa que a perda auditiva prejudica o paladar de forma significativa.

Capacidade de audição

O ouvido humano é capaz de captar ondas sonoras de 20 hertz a 20 mil hertz. Essa oscilação mostra que ouvimos desde um som muito baixo até um estrondo.

O registro do som mais alto já ouvido foi em 1883, na erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia. O barulho foi ouvido a quase 5000 quilômetros de distância, chegando até na Austrália, Filipinas e Índia. Muitas pessoas tiveram os tímpanos estourados e problema auditivo por causa do acontecimento.

Perda de audição

Todas as pessoas podem sofrer com algum tipo de problema auditivo, por isso é tão importante cuidar bem dos ouvidos.

Um a cada três indivíduos com mais de 65 anos apresenta algum tipo de problema auditivo. Porém, a maioria das pessoas que sofrem com a perda de audição tem menos que essa idade.

A principal causa da perda de audição é a exposição excessiva aos ruídos. Para se ter uma noção, barulhos altos (a partir de 85 decibéis) podem danificar a audição permanentemente.

Os primeiros sintomas da perda de audição costumam ser dificuldade em entender o que as pessoas dizem, necessidade de assistir televisão ou vídeos em volume alto e zumbido no ouvido constante.

Pressão no ouvido

Mudanças repentinas de altura podem causar dores no ouvido. Seja na decolagem ou aterrisagem de um avião ou em mergulhos de grande profundidade. Isso acontece por causa da pressão, o ar e o funcionamento do ouvido.

O ouvido médio é conectado pelas passagens nasais através da Tromba de Eustáquio, que é responsável por circular o ar nessa região.

Quando há uma mudança brusca de pressão no ambiente a tromba pode ficar bloqueada e causar a dor nos ouvidos.

Engolir, bocejar ou o movimento de mastigação podem regular a pressão e voltar o ar para dentro da tuba auditiva.

Fone de ouvido pode ser um vilão

Uma hora usando fones de ouvido pode aumentar o número de bactérias no local em 700 vezes.

Além disso, usar o fones de ouvido em volume alto é uma causa da perda de audição, principalmente nos jovens.

O problema auditivo pode ser evitado com o volume do dispositivo em até 80% da capacidade e não usando fones de ouvido por mais de uma hora.

Alguns sintomas da perda de audição por causa do uso inadequado de fones de ouvido são: zumbido, dificuldade para compreender as falas, pressão nos ouvidos, irritabilidade e falta de concentração.