Tecnologia une aparelhos auditivos e smartphones

Empresa dinamarquesa desenvolveu tecnologia que permite conectividade com Apple

Dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde mostram que atualmente existam cerca de 360 milhões de pessoas que sofrem de perda auditiva.

Com base nesses dados, a Dinamarca, país fornecedora de metade dos aparelhos auditivos do mundo pretende aumentar a liderança desse mercado à medida que a população e a geração iPhone envelhecem. Para isso, uma empresa sediada próxima a cidade de Copenhague (Dinamarca), promete o lançamento de um produto inovador que alcance esse público.

A ideia da empresa, juntamente com a Apple, foi desenvolver um dispositivo integrado com tecnologia similar ao bluetooth que, ao ser colocado na orelha permite que os usuários ouçam músicas e voz a partir de seus iPhones, sem que exista a necessidade de um outro dispositivo para intermediar essa ação.

Com o crescente potencial do mercado auditivo as esperanças são de que a nova tecnologia possa tornar os produtos mais atraentes para essa população que envelhece e aumenta sua expectativa de vida cada dia mais e acelere o progresso dos negócios.

Tecnologias dos aparelhos auditivos

Nas últimas décadas, os aparelhos auditivos passaram por avanços tecnológicos inacreditáveis para oferecer mais conforto e comodidade aos seus usuários.


Com ambientes cada vez mais interconectados, os aparelhos auditivos desta nova geração possuem conexões sem fio e dispositivos externos que permitem a comunicação entre aparelho e celulares, tablets e music players e smart TVs e controle de programas e ajustes de volume.

Um programa, por exemplo, pode detectar a proximidade do aparelho com o telefone e, a partir daí, possibilitar uma conversa mais clara e audível. Toda essa tecnologia já está presente em alguns aparelhos da Direito de Ouvir! Conheça nossa linha de próteses!

Futuro dos aparelhos auditivos

Mas a evolução não para por aí. Novas tecnologias não param de surgir e há muita expectativa em torno de novidades auditivas que vem sendo desenvolvidas por pesquisadores e centros de saúde de todo o mundo. Uma dessas novidades são as lentes auditivas.

 Atualmente em fase de testes, as lentes auditivas poderão em breve ser uma forma comum de tratamento para aqueles com problemas de audição. As lentes são colocadas no tímpano, que recebe um sinal de laser a partir do aparelho montado na parte externa da orelha. A lente converte o sinal de laser em vibração física na própria membrana timpânica e permite a identificação de uma gama de frequências muito mais larga do que muitos dos aparelhos auditivos mais convencionais.

Dentro de cinco a dez anos, a indústria de aparelhos auditivos espera colocar no mercado modelos totalmente implantados no ouvido, ou seja, o usuário não precisará  se preocupar em retirá-lo e ajustar as configurações. Mas como ele vai ficar carregado, você pode se perguntar. Bem, estes dispositivos inovadores usarão carregamentos indutivos, o que significa que eles literalmente removerão a energia do corpo humano será suficiente para mantê-lo funcionando – muito legal, né? Saiba mais sobre o futuro dos aparelhos auditivos.

Continue lendo
Aparelhos auditivos

Mais do Blog

Aparelhos auditivos5 meses atrás

Conserto e manutenção dos aparelhos auditivos

Saiba como prolongar a vida útil das suas próteses auditivas

Aparelhos auditivos, Perda auditiva5 meses atrás

Como saber se você precisa usar aparelho auditivo?

Conheça os sinais que podem indicar que uma pessoa sofre de perda auditiva

Aparelhos auditivos5 meses atrás

Cinco motivos para usar aparelho auditivo

Afastar doenças e melhorar a qualidade de vida são dois dos benefícios das próteses

Aparelhos auditivos5 meses atrás

Pilhas de aparelhos auditivos: conheça os tipos

Conheça os tipos de pilhas de aparelhos auditivos e sua durabilidade

Aparelhos auditivos5 meses atrás

Aparelho auditivo e telefone celular juntos?

Novas tecnologias permitem o uso dos aparelhos auditivos com o telefone celular

Aparelhos auditivos5 meses atrás

Espera por aparelho auditivo no SUS chega a 7 anos

Em algumas cidades pessoas podem esperar até 7 anos para conseguir aparelho auditivo