Categoria: Curiosidades.


Assim que as ondas sonoras entram no canal auditivo, elas vibram a membrana timpânica, comumente chamada de tímpano. Mas como ela funciona? Qual o seu papel no sistema auditivo?

O que é o tímpano?

O tímpano é um pedaço de pele fina, em forma de cone, com aproximadamente 10 milímetros de largura. Fica entre o canal auditivo e o ouvido médio. O ouvido médio é conectado com a garganta pela tuba auditiva (trompa de Eustáquio). Como o ar atmosférico entra em nosso corpo tanto pelo ouvido externo como pela boca, a pressão do ar nos dois lados do tímpano continua igual. Esse equilíbrio de pressão permite que o tímpano se mova livremente para frente e para trás.

Qual é a função do tímpano no sistema auditivo?

O tímpano é rígido e muito sensível. Mesmo a menor flutuação da pressão do ar vai movê-lo para frente e para trás. Ele é conectado ao músculo tensor timpânico, que constantemente o puxa para dentro. Isso mantém a membrana tensa por inteiro, vibrando quando qualquer parte de sua superfície é tocada pela onda sonora.

Essa pequena camada de pele funciona como o diafragma em um microfone. As compressões e rarefações da onda sonora empurram a membrana para frente e para trás. Ondas sonoras mais altas movem a membrana mais rapidamente e sons mais baixos movem a membrana por uma distância maior.

O tímpano pode servir também para proteger o ouvido interno de exposições prolongadas a ruídos altos e graves. Quando o cérebro recebe um sinal que indica esse tipo de ruído, ocorre um reflexo no tímpano. O músculo tensor timpânico e o músculo estapédio se contraem de repente. Isso puxa o tímpano e os ossos conectados a ele em duas direções diferentes, deixando a membrana mais rígida. Quando isso acontece, o ouvido não capta tanto som na parte mais baixa do espectro auditivo, de maneira que o som é abafado.

Além de proteger seus ouvidos, esse reflexo ajuda você a concentrar sua audição. Ele mascara ruídos de fundo altos e graves para que você possa concentrar-se em sons mais agudos. Entre outras coisas, esse reflexo ajuda você a conversar em um local muito barulhento, como um show de rock. O reflexo também ocorre quando você começa a falar, caso contrário, o som da sua própria voz abafaria os outros sons a sua volta.

Como proteger o seu tímpano

A melhor forma de proteger o seu tímpano é evitar introduzir objetos – hastes flexíveis, grampos, tampas de caneta, lápis – dentro do conduto auditivo. É que todas estas coisas podem lesar a fina membrana do tímpano. E, em alguns casos, este problema só pode ser corrigido com cirurgia.

Você sabia que beijos no ouvido também podem ser perigosos? É que este hábito, muito comum em brincadeiras e demonstrações de carinho, pode prejudicar a audição. Isso acontece porque o beijo causa uma sucção intensa, que exerce uma elevada força no tímpano, causando turbulência no fluido da cóclea (também conhecida como ouvido interno).

De acordo com especialistas em Audiologia da Universidade de Hofstra, em Nova York, esta situação pode levar a casos de perda da capacidade auditiva. Depois de ter identificado mais de 30 casos de pessoas com problemas auditivos provocados por beijos na orelha, os especialistas concluíram que a sensação se assemelha à da pancada de uma bola no ouvido.

Conheça esta e outras causas comuns de perfuração timpânica e saiba como evitá-las aqui.