Dia Mundial da Saúde e os cuidados com a audição

Conheça a relação entre a saúde geral e o bem estar dos ouvidos


Compartilhar

No dia 7 de abril, é celebrado o Dia Mundial da Saúde. Uma data que foi criada com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da saúde como um todo. Na maioria das vezes, as pessoas pensam que o conceito de saúde se resume a não apresentar nenhuma doença. Mas, na verdade, a Organização Mundial de Saúde vê essa questão de uma maneira mais ampla: considerando bem-estar físico e também o mental. Não é possível dissociar uma coisa da outra. Quer um exemplo? Algumas doenças podem afetar a audição. E ela, por sua vez, pode afetar a mente e o bem-estar. Entenda como isso acontece!


Doenças que afetam a audição

Diabetes – A Organização Mundial de Saúde estima que este problema afete 422 milhões de pessoas no mundo todo e seja responsável por 3,7 milhões de mortes por ano. Um estudo do Hospital Henry Ford, em Detroit, nos Estados Unidos, mostrou que, além de todos os riscos que o diabetes oferece para os rins e coração, mulheres diagnosticadas com diabetes podem ter maior probabilidade de perda auditiva conforme envelhecem. Saiba mais!

Hipertensão – A Sociedade Brasileira de Hipertensão considera pressão alta uma pressão arterial, sistematicamente, igual ou maior que 14 por 9. A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem. Segundo uma pesquisa da Universidade Norte do Paraná, a hipertensão contribui para a degeneração do sistema auditiva. Entenda como isso acontece aqui.

Hipotireoidismo – Essa disfunção na glândula tireoide pode afetar a saúde auditiva e provocar zumbido. Isso acontece porque a desordem hormonal da tireoide reduz a energia celular, comprometendo a microcirculação e, consequentemente a oxigenação e o metabolismo de órgãos envolvidos. Leia mais aqui.

Obesidade – O excesso de peso, que já é considerado uma epidemia mundial, também afeta a saúde auditiva. Pesquisas mostram que mulheres e adolescentes obesos têm mais chance de desenvolver perda auditiva.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Como a saúde auditiva pode afetar o bem-estar

Depressão – Os problemas auditivos estão diretamente ligados a casos de depressão. Pesquisas mostram que a perda auditiva provoca isolamento e afeta drasticamente a qualidade de vida das pessoas com perda auditiva. E que o uso dos aparelhos auditivos pode melhorar a longevidade e o bem-estar das pessoas com problemas auditivos. Entenda como isso acontece aqui.

Mal de Alzheimer – A perda auditiva também contribui para o desenvolvimento de demências como o Mal de Alzheimer.

É por isso que os especialistas indicam que, ao primeiro sinal de perda auditiva, as pessoas busquem a ajuda de um fonoaudiólogo.