Por Direito de Ouvir

17 de março de 2021

Cuidados Auditivos

Evite problemas auditivos

17 de março de 2021


Estamos cada vez mais expostos aos ruídos que a vida moderna nos proporciona. A poluição sonora inclui barulhos dos veículos, pessoas conversando, músicas cada vez mais altas com o ou sem o uso de fones de ouvidos.

Muitos pacientes nos questionam o que pode prejudicar a audição, por isso, sempre citamos os cuidados necessários, dentre eles os que mencionarei abaixo. Mas antes, é importante ressaltar que a perda de audição acontece lentamente e por este motivo passa despercebido, porém o dano é para a toda vida.


Mas, como evitamos os problemas auditivos?

1. Uso de protetores auriculares

Pessoas que trabalham expostas aos ruídos, quando não utilizam os protetores auriculares, estão suscetíveis a perda de auditiva induzida por ruído (Pair), mudanças no limiar auditivo temporariamente e trauma acústico.

2. Fones de ouvido

Em momentos de uso, é recomendado que utilize por poucas horas ao longo do dia e com som moderado. O uso dos fones, podem danificar as células do ouvido interno causando perda de audição.

3. Alimentação e prática de exercícios físicos

O uso excessivo de carboidratos, açúcares e farinha branca, podem causar disfunções metabólicas desencadeando o zumbido.

4. Consultar o seu médico otorrinolaringologista e o fonoaudiólogo

Muito importante a visita nos consultórios desses especialistas, são eles que vão te ajudar a descobrir e a tratar caso tenha alguma anormalidade em seu sistema auditivo.

5. Realizar exames audiológicos a cada seis meses

O exame que detecta a perda auditiva em adultos é a audiometria, em crianças é o Peate (BERA). Para complementar o diagnóstico, realizamos a imitanciometria e, em alguns casos, os exames de tomografia e ressonância magnética.

A falta dos cinco principais cuidados já informados causam perdas auditivas, irreversíveis que não podem ser corrigidas com tratamentos médicos ou cirurgicamente. Em muitos casos, essa perda vem acompanhada de zumbido, causando muito incômodo, irritabilidade, distúrbios do sono, dentre outros. Esse zumbido pode ser parecido com som de uma panela de pressão, chiado, cachoeira, apito, cigarra e zunido de abelha.

O mercado de aparelhos auditivos está a cada dia mais atualizado e moderno, atendendo às necessidades de cada paciente com design, potência e personalização do AASI (Aparelho de amplificação Sonora Individual).

As próteses auditivas auxiliam os pacientes com esse tipo de queixa, pois possuem o gerador de sons que confunde o cérebro sobre qual estímulo ele dará prioridade no momento que o mascaramento ocorre.

A conexão com acessórios facilita a adaptação e aceitação do paciente. O uso dos smartphones para aparelhos auditivos com conectividade faz com que ele se sinta mais confortável, atualizado e informado sobre a sua patologia.

Quando detectada algum tipo de perda auditiva, é necessário consultar um fonoaudiólogo audiologista a fim de obter as melhores indicações para o caso do paciente, pois levamos em consideração todo histórico de vida, juntamente com os exames solicitados pelo médico para realizar a seleção e adaptação mais assertiva dos aparelhos auditivos.


Cuidados com a Audição

Os cuidados com a audição incluem o modo como limpamos os ouvidos. A forma correta de higienizar nossos ouvidos é utilizando uma toalha macia para limpeza do pavilhão auricular.

Para pessoas que têm uma produção excessiva de cerume, é indicado a procura de um médico otorrinolaringologista a cada três meses para realizar a remoção com as ferramentas corretas.

Não devemos utilizar as hastes flexíveis de algodão (cotonetes), pois elas apenas empurram a cera para dentro do conduto auditivo, criando uma rolha, que pode fazer com que o paciente tenha uma perda momentânea de audição, pois impede que o som percorra o seu fluxo natural.

Cuidando com atenção e ouvindo o que nosso corpo quer nos dizer, diminuímos cada vez mais os riscos para nossa saúde auditiva.


Fonoaudióloga Jéssica Silva Santos

CRFa 2-19919


Marcadores
Curiosidades Audição
Nós usamos seus dados para analisar e personalizar nossos anúncios e serviços durante sua navegação em nossa plataforma. Ao continuar navegando pelo site Direito de Ouvir você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las