Não deixe a surdez afetar seus relacionamentos

Confira dicas para evitar que a surdez atrapalhe seus relacionamentos

Se a surdez já é complicada para quem a vivencia, imagine as dificuldades pelas quais passam amigos, namorados, familiares e colegas de trabalhos de pessoas com perda auditiva. Nem sempre as pessoas têm paciência para repetir as mesmas coisas, não compreendem as dificuldades ou a vergonha.

Quem sofre de perda auditiva pode ter a tendência de se isolar, o que atrapalha ainda mais a comunicação com as pessoas ao seu redor. Não deixe a surdez afetar seus relacionamentos. Confira algumas dicas que podem ajudar tanto as pessoas com perda auditiva quanto seus amigos, companheiros e colegas de trabalho.

Se você tem perda auditiva

Encare a surdez de frente – Não adianta adiar a decisão de procurar ajuda. Pense em você e em todos que o cercam para deixar a relutância de lado. O melhor a fazer é encarar a surdez de frente e procurar um tratamento.

Peça ajuda quando precisar – A surdez pode ser um caminho bastante solitário. Muitas vezes é preciso vencer barreiras pessoais para poder lidar com ela. Fazer tudo isso sozinho não é fácil. Se você conta com pessoas queridas que gostam de você e estão ao seu lado, aproveite! Converse com elas sobre suas dificuldades e peça ajuda quando precisar.

Não se isole - É muito comum que, pela dificuldade da comunicação, as pessoas com perda auditiva acabem se isolando. Essa distância que vai se firmando entre quem tem perda auditiva e seu parceiro, amigos ou colegas de trabalho só desgasta ainda mais os relacionamentos - e pode favorecer doenças como a depressão. Não se isole, não desista de tentar se comunicar. Dicas para vencer a vergonha de usar aparelhos auditivos.


Cinco atitudes que irritam quem tem perda auditiva

Se você convive com quem tem perda auditiva

Preste atenção ao jeito de se comunicar -  Lembre-se de que, para quem tem perda auditiva, a comunicação vai além da fala e da audição. Leitura labial e corporal podem ser importantes. Por isso, certifique-se que a pessoa está te vendo e fale olhando para a ela, de forma clara e articulada.

Não superproteja – Por mais que você queira ajudar, saiba que você não pode ser o ouvido das pessoas o tempo todo e também não pode falar por elas. Durante a adaptação com o aparelho, quem tem perda auditiva pode ter muitas dificuldades de exercitar sua audição. Mas como reaprender a ouvir sem se esforçar? É impossível! Estimule seu filho, amigo ou companheiro a sair da sua zona de conforto. É claro que não é fácil, mas também é impossível sem tentar.

Seja compreensivo - Algumas situações são mesmo muito complicadas quem não ouve bem. A surdez pode ser cansativa e desgastante. Em algumas situações, como encontros com muitas pessoas, pode ser tudo muito difícil. Tente ser compreensivo.

Aprenda tudo o que puder sobre surdez -  A reabilitação auditiva é um processo que exige muito de quem tem perda auditiva. São muitas as novidades e nem sempre é fácil acompanha-las. Ter ajuda é fundamental para descobrir essas novidades e entender quais delas podem melhorar a sua vida.