Veja como proteger a audição dos bebês e crianças

É muito importante que os pais saibam proteger a audição dos bebês e crianças


Compartilhar

Proteger a audição de crianças e bebês tem sim uma grande importância. Para isso existem os protetores auditivos, que não são tão comuns de serem usados mas são de muita utilidade e eficiência no quesito de manter a boa saúde auditiva dos pequenos, principalmente em ambientes ruidosos.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .




Como proteger a audição das crianças no dia a dia?

Apesar de não ser necessário o uso do protetor de ouvidos no dia a dia, os pais devem estar sempre atentos aos barulhos domésticos. Manter o volume da TV baixo e as crianças afastadas de fontes de ruído como caixas de som, aspiradores de pó e secadores de cabelo pode ajudar a preservar a saúde auditiva.

Como a perda auditiva pode ser gradual e sem sintomas externos como a dor, a criança não a percebe e, consequentemente, os pais também não.

Justamente por isso é importante que eles fiquem atentos a alguns sinais característicos de déficit auditivo:

- Nos bebês menores de um ano: se eles não se espantam com ruídos ou reagem à voz dos pais ou a brinquedos com sons e não balbuciam;

- Em crianças de até três anos: atraso no desenvolvimento da fala;

- Nos meninos e meninas em idade escolar: a dificuldade de aprendizado e concentração nas aulas, necessidade de assistir TV em volumes muito elevados ou até mesmo dificuldade para entender conversas em casa.

Ao identificar sinais como estes, os pais devem procurar um otorrinolaringologista. Com base em uma audiometria, o especialista poderá determinar se realmente a criança tem perda auditiva.
 

Leia mais:

Fases do desenvolvimento da audição das crianças
60% das perdas auditivas em crianças podem ser prevenidas
Meu filho tem perda auditiva e agora?