Cláudio Fonseca
Por Cláudio Fonseca
Otorrino Especialista

23 de março de 2018


0 compartilhamentos
Nenhum comentário

Fumar pode causar perda auditiva

Estudo feito em 50 mil pessoas mostra que fumar pode causar perda auditiva


Compartilhar

cigarro e perda auditiva

O tabagismo não está “apenas” associado a doenças cardíacas, câncer e AVC. Um novo estudo mostrou que o hábito pode aumentar os riscos de perda de audição. Publicada pela Oxford University Press no início desse mês, a pesquisa analisou os efeitos da nicotina e do tabaco em mais de 50.000 participantes por 8 anos.

Os pesquisadores analisaram os dados de exames anuais de saúde, que incluíam testes de áudio realizados por um técnico e um questionário de estilo de vida, preenchido por cada participante. Foram examinados os efeitos do status de tabagismo (atual, anterior e nunca fumou), o número de cigarros fumados por dia e a relação entre o tempo em que a pessoa ficou sem fumar com a perda auditiva.


Nos resultados, os pesquisadores observaram um aumento de 1,2 a 1,6 da perda de audição entre fumantes atuais em comparação com quem nunca fumou. O aumento do risco diminuiu nos 5 anos seguintes ao término do tabagismo.

De acordo com o principal autor do estudo, Huanhuan Hu, do Centro Nacional do Japão para Saúde e Medicina Global, o estudo fornece fortes evidências de que o tabagismo é um fator de risco independente de perda auditiva.

"Esses resultados sustentam que o tabagismo é um fator causal para a perda de audição e enfatiza a necessidade de controle do tabaco para prevenir ou atrasar o desenvolvimento da perda auditiva", diz. No entanto, a equipe de cientistas responsáveis pela pesquisa afirma não ter encontrado uma explicação de causa e efeito entre o tabagismo e a audição. Os resultados apenas encontraram uma associação entre os dois.

Não deixe sua saúde auditiva para depois. Teste um aparelho auditivo totalmente Grátis este mês na Direito de Ouvir!

Número de testes limitado a 250 por mês, restam .


Fonte: vivabem.uol.com.br