Categoria: Aparelho Auditivo.

aparelho auditivo aparelhos auditivos O uso de aparelhos auditivos nas crianu00e7as

 

O aparelho auditivo ajuda a criança a conectar-se com o mundo do som. Avanços tecnológicos conseguidos com aparelhos auditivos digitais, sistemas de equipamentos de assistência à audição dão a criança a possibilidade de ter tanto sucesso na sala de aula, no campo e em atividades extracurriculares como qualquer outra criança.

Ouvir é um dos sentidos mais importantes. A notícia de que seu filho possui perda auditiva pode ser surpreendente, mas você não está sozinho. Aproximadamente seis em cada mil crianças nascem com algum grau de perda auditiva. A grande maioria terá uma vida plena compensatória com o uso de aparelhos auditivos.

Tomar a decisão de fazer testes auditivos em seu filho e, se necessário adaptá-lo com um aparelho auditivo é a atitude mais responsável e cuidadosa que você pode ter com ele.

Teste da Orelhinha

O primeiro teste que verifica a audição da criança é o chamado teste da orelhinha. Realizado até 48 horas após o nascimento, este exame é rápido e indolor, feito pelo fonoaudiólogo, na presença dos pais, no momento em que o bebê está dormindo.

Insere-se um fone no ouvido com o objetivo de analisar a na anatomia e a integração auditiva do bebê. Se o resultado for negativo, outro teste é realizado, pois pode haver alguma secreção oriunda do parto que prejudique o diagnóstico. Se o resultado for novamente negativo, o bebê é encaminhado ao especialista, no caso do otorrinolaringologista.

A habilidade que a criança tem de se comunicar verbalmente depende totalmente da habilidade que ela tem de ouvir. Uma criança com problemas auditivos pode apresentar problemas no desenvolvimento da linguagem e dificuldades de aprendizado de uma maneira geral.

Meu filho tem perda auditiva. E agora?

Medo, tristeza, desespero, choque. Uma avalanche de sentimentos toma conta dos pais que recebem o diagnóstico da perda auditiva de um filho. Realmente não é fácil aceitar de cara a situação, mas é muito importante que, passado o susto inicial, os pais procurem saber mais sobre o déficit auditivo.

É preciso ter em mente que o uso dos aparelhos auditivos pode ajudar – e muito – para que a criança tenha uma vida praticamente normal. Quanto mais cedo ela começar a utilizar as próteses, maiores são as chances de se adaptar.

Confira algumas dicas da Direito de Ouvir para ajudar os pais a lidarem com o diagnóstico de perda auditiva dos filhos:

Supere a culpa – Entenda que a perda auditiva não é uma sentença de isolamento para a criança, desde que você a ajude. Esqueça a culpa, o importante é procurar a melhor solução para preservar a qualidade de vida do seu filho. Crianças que não ouve da maneira correta podem ter problemas para desenvolver a fala e dificuldade de aprendizado. Não espere isso acontecer para buscar ajuda!

Encare a realidade – É um erro achar que, se não usar os aparelhos auditivos, a criança estará escondendo a sua perda auditiva. Na verdade, ela estará destacando a “surdez”. Se você tratar a perda auditiva e o uso dos aparelhos de uma maneira natural  – como se a criança precisasse de óculos, por exemplo -, seu filho também tratará a questão dessa maneira. Confira mais dicas aqui.