Categoria: Curiosidades.

 

Quem já pesquisou o preço de aparelhos auditivos já deve ter percebido que o valor cobrado por eles pode pode variar significantemente. Há opções muito baratas, que giram em torno de US$ 200 em sites chineses até marcas conhecidas por sua qualidade, que saem por R$ 12 mil.

A explicação para a variação de preços é simples: os aparelhos auditivos modernos são ultra tecnológicos – dá até para ouvir música e atender o celular por eles!  E quanto mais tecnologia, recursos e design – menor, mais leve, mais bonito – maior é o custo!

O risco dos sites chineses

Mas você pode se perguntar: como os sites chineses vendem aparelhos tão baratos então? Não se engane: os dispositivos comercializados nestes sites de compra não passam de simples amplificadores que não conseguem atender as necessidades das pessoas com perda auditiva leves, moderadas e muito menos as severas e profundas.

Estes amplificadores são mais baratos também porque, em comparação com aparelhos auditivos de verdade, não incluem o custo de adaptação cobrado pelos fonoaudiólogos. Agora pense bem: como é possível comprar um aparelho sem ter um especialista para dizer se ele realmente é ideal para o seu caso e acompanhá-lo durante o processo de adaptação? Se você ainda não sabe bem qual o papel do fonoaudiólogo e como funciona o passo a passo do processo de adaptação de uma prótese, clique aqui.

Os aparelhos realmente custam caro?

Pare para pensar: os aparelhos podem ser um investimento a longo prazo. Uma prótese auditivo pode ter uma vida útil média de 5 anos – é claro que isso depende de cuidados como evitar o contato com a umidade, limpeza e etc.  Se você comprar um por R$ 3,5 mil e ele durar o tempo mínimo de três anos, você estará pagando R$ 97 por mês! Com todos os benefícios e qualidade de vida que o aparelho ajuda a resgatar – leia mais sobre isso aqui –  este não é um custo alto, certo?

Como saber que aparelho comprar?

Antes de comprar seu aparelho auditivo, faça uma pesquisa sobre a empresa, converse com as fonoaudiólogas e verifique se ela te dá a oportunidade de fazer um teste gratuito com a prótese.

A Direito de Ouvir, por exemplo, comercializa aparelhos da marca dinamarquesa GN Resound, que é conheça por sua alta tecnologia. Fundada em 2007, a empresa, que faz parte do grupo Amplifon desde 2014, tem a satisfação de seus pacientes como a sua principal prioridade. Por isso, oferece o teste gratuito do aparelho por 7 dias. Saiba mais sobre nossa história aqui.

Ainda que o preço seja importante, esse não é o único aspecto que deve ser considerado. Confiabilidade e adequação são cruciais quando a sua audição está em jogo. Lembre-se também que alguns preços incluem uma avaliação e check-ups e o fato de lhe oferecem serviços gratuitos como exames e consultas estão na maioria dos casos embutidos no valor do aparelho auditivo.

Outra dica é ficar atento às empresas que fazem promessas que parecem boas demais para ser verdade. Nenhum aparelho auditivo restaura completamente a audição, independentemente de seu preço. Também observe empresas que vendem somente uma marca de aparelho auditivo.

Verifique a garantia. A maioria dos aparelhos auditivos tem garantia de um ano como os oferecidos pela Direito de Ouvir, mas existem garantias menores. A garantia deve cobrir peças e manutenção.