Aparelhos Auditivos Aparelho Auditivo Retroauricular (BTE)

Estes modelos de aparelhos são chamados de aparelhos auditivos retro-auriculares ou simplesmente BTE, possuem uma carcaça ou caixa em material plástico para os componentes eletrônicos. Sua colocação é atrás da orelha, ligado a um tubo transparente em plástico ou silicone onde é transmitido o som amplificado para o molde auricular que fica na canal auditivo. Este modelo de aparelho é um dos mais antigos, foi desenvolvido a algumas décadas atrás, mas são tão sofisticado quanto os aparelhos menores.

Devido ao seu tamanho em relação aos outros modelos, ele pode abrigar mais circuitos e componentes eletrônicos maiores e conseqüentemente amplificar sons em um nível maior do que os tipos intra-aurais. Além desta vantagem os aparelhos BTE podem ser mais duráveis do que outros modelos, havendo inclusive alguns modelos à prova d’água, mas que não são oferecidos pela Direito de Ouvir. Este modelo de aparelho é oferecido pela Direito de Ouvir nas tecnologias Programáveis, Analógicos e Digitais, nesta última o aparelho é uma inovação tecnológica combina as vantagens da qualidade sonora da tecnologia 100% digital, com as facilidades de ajustes do sistema tradicional.

Tamanhos

São apresentados dois tamanhos e necessitam de diferentes modelos de pilhas. O Standard é maior, porém, oferece maior potência e utiliza pilhas do tamanho #675. Já o modelo BT Miniaturizado, mais popular, oferece muito mais opções e utiliza como tamanho de pilha a #13.

Tipos de Circuitos

Os circuitos podem ser descritos e são escolhidos com base em três sistemas de amplificação:

  • Circuito Linear e Circuito Condensado
  • Circuito Linear
  • Os aparelhos auditivos com circuitos lineares são projetados para adicionar dados quantitativos pré-determinados de amplificação para todos os sons que o aparelho auditivo recebe.

Circuito Condensado

Os aparelhos auditivos com circuito condensado são projetados para um ajuste automático da quantidade do som amplificado de volume confortável, reduzindo ruídos indesejáveis, proporcionando uma audição mais confortável.

Analógico e Digital

Ambos, Analógico e Digital convertem energia acústica (som) em energia elétrica, amplificando e retornando em energia acústica para identificação do seu ouvido. O sistema Digital faz esse trabalho com séries de 1’s e 0’s; isto permite ao profissional ajustar especificamente a sua necessidade enquanto fornece uma qualidade livre de distorções.

Circuito Não Programável

O aparelho auditivo não programável, é ajustado manualmente em botões denominados potenciômetros. Ele fornece ajuste destes controles individualmente para atender as suas necessidades. Estes controles podem ser comparados aos de ajuste de contraste o cores de uma televisão.

Circuito Programável

O aparelho auditivo programável é ajustado pelo hipro, que é um equipamento que permite a conexão entre o aparelho auditivo e o computador, para que sejam realizadas as programações dos aparelhos auditivos digitais por meio dos softwares.