28% dos Jovens Brasileiros Já Sentiram Zumbido

O zumbido está afetando pessoas cada vez mais jovens

O zumbido está afetando pessoas cada vez mais jovens. Um estudo mostrou que 28% dos estudantes brasileiros com a idade de 11 a 17 anos experimentaram, de maneira persistente, um zumbido crônico.  E metade deles já sentiu um tinido temporário.

Apesar dos estudantes ainda ouvirem como seus colegas, o zumbido pode representar uma  redução significativa na tolerância a ruídos altos, o que é considerado um sinal oculto de dano permanente dos nervos que são responsáveis pelo processo do som. Esse cenário fisiológico pode causar danos sérios auditivos no futuro.

O estudo, que  foi realizado com 170 estudantes, foi  conduzido no Brasil pela pesquisadora Tanit Ganz Sanchez, do Instituto Ganz Sanches, uma referência em zumbido no Brasil, e seus colegas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

“Isso é um problema crescente, e que tende a piorar. Minha opinião a esse respeito é que audição é, principalmente,  um desafio para a saúde pública”, afirma  Larry Roberts, um dos autores do estudo, e que faz parte do Departamento de Psicologia, Neurociência e Comportamento da Universidade McMaster, que complementou a pesquisa no exterior.

Hábitos auditivos perigosos

Os jovens são expostos, com frequência, ao som alto dos shows, festas, clubes e até mesmo na academia. Isso sem mencionar os fones de ouvido, que podem causar sérios danos caso não sejam usados da maneira certa.

“Os níveis de exposição de som, os quais são comuns em nosso ambiente, especialmente entre jovens, parece ser suficientemente para produzir danos ocultos na cóclea“, dizem os pesquisadores. O alerta que fica é proteja sua audição.

Quais são as causas do zumbido no ouvido?

O zumbido não é uma doença, mas um sintoma de que algo pode estar errado no ouvido ou em outros sistemas que afetem indiretamente a audição.  O ‪zumbido no ouvido acontece quando o ouvido passa a enviar impulsos sem que haja uma fonte sonora externa.  No sistema auditivo, ele pode estar relacionado com a perda auditiva causada pelo envelhecimento, por alterações nas estruturas internas do ouvido, com a Doença de Ménière e ao neurinoma do acústico (tumor raro que acomete o nervo auditivo).

O zumbido no ouvido também pode ser provocado por distúrbios da articulação e alterações odontológicas, alterações metabólicas e hormonais, problemas cardiovasculares, como  hipertensão arterial, distúrbios psiquiátricos como depressão e ansiedade e problemas de cabeça e pescoço.

Quais são os tipos de zumbido no ouvido?

Especialistas apontam que existem vários tipos, dos leves até os graves, que podem ser comparados a diversos barulhos. Os mais comuns são apito, chiado, cigarra, grilo, cachoeira e panela de pressão.

Tire suas dúvidas sobre zumbido no ouvido
Continue lendo
Prevenção da perda auditiva

Mais do Blog

Doenças do ouvido, Prevenção da perda auditiva7 meses atrás

Perda Auditiva Neurossensorial: Causa e Tratamento

A perda auditiva neurossensorial pode ser unilateral ou bilateral, leve ou profunda

Prevenção da perda auditiva7 meses atrás

Como prevenir problemas auditivos e a surdez?

Muitos os fatores levam à surdez.Saiba como evitar problemas auditivos

Perda auditiva, Prevenção da perda auditiva7 meses atrás

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez

Campanha bsucaconscientizar as pessoas sobre a importância de cuidar da saúde auditiva

Prevenção da perda auditiva7 meses atrás

Exame avalia capacidade auditiva de pacientes

A audiometria é um exame que avalia a capacidade do paciente para ouvir sons

Audição, Prevenção da perda auditiva7 meses atrás

Conheça os principais exames auditivos

Exames auditivos podem ser feitos com ou sem a participação ativa do paciente

Audição, Perda auditiva, Prevenção da perda auditiva7 meses atrás

Fones de ouvido podem prejudicar audição

Exposição constante aos sons altos pode causar danos irreversíveis para a audição