Categoria: Zumbido.

aparelho auditivo aparelhos auditivos Meu Zumbido de origem muscular

 

De repente, você percebe um barulho incômodo semelhante ao barulho de um apito, uma cigarra ou até mesmo de uma panela de pressão. Ao procurar um médico otorrinolaringologista, ele solicita exames auditivos que, por sua vez, não indicam nenhum problema auditivo. A causa do zumbido pode estar nos músculos do seu rosto e pescoço.

São várias as causas do zumbido, aproximadamente 200 já foram descobertas e quase sempre quem tem este sintoma é acometido por mais de uma causa. Mas os especialistas chamam de zumbido de origem muscular, o tinido que é causado por problemas musculares – que normalmente envolvem cabeça e pescoço.

Como o zumbido muscular acontece?

Para aliviar a tensão muscular, o corpo reage liberando substâncias que, por sua vez, acabam super estimulando as células auditivas. Dessa maneira, elas começam a enviar sinais para cérebro sem que haja uma fonte sonora.

Causas do zumbido muscular

São duas as principais origens musculares. A mecânica derivada de sono ruim, má mastigação –  o que gera a não recuperação completa do músculo – , e a psíquica que vem do estresse, ansiedade e outras sensações que levam a contração dos músculos e muitas vezes nem é percebida pelo paciente.

O zumbido é mais relacionado aos músculos da região do pescoço, coluna e face chamados de somáticos ou temporomandibular. São eles o infraespinhoso, o trapézio, o temporal, o escaleno, o masseter, o digástrico, o esplênio da cabeça, o elevador da escápula e o esternocleidomastoideo (ECM).

Esclareça suas principais dúvidas sobre zumbido!

Como tratar o zumbido muscular?

Pessoas que sofrem com esse tipo de zumbido encontram uma forma de trabalhá-lo através da contratura muscular, ao mastigar as pessoas apertam muito os dentes ou outro movimento similar e a fisioterapia tem como objetivo relaxar estes músculos. O chamado zumbido por contração muscular acontece devido a uma excitação imprópria mas patológica das vias auditivas, e  pode ser tratado e amenizado com a ajuda da fisioterapia.

A fisioterapia trabalha para que o músculo encontre a sua função correta, diminuindo e chegando até a abolir o zumbido, melhorando a qualidade de vida do paciente. Para que isso aconteça é necessário investigar até que a causa real do problema seja encontrada. Vários testes são feitos como avaliações posturais, testes de modulação e o tratamento que consiste em soltar a alongar os músculos.

Alguns tratamentos fisioterápicos incluem digitopressão, na qual o especialista pressiona os nódulos de tensão dos músculos para “dissolvê-los” antes de fazer um alongamento. O uso de agulhas de acupuntura, ultrassom e eletrodos também contribui para o relaxamento muscular e, consequentemente, para minimizar os incômodos deste sintoma.

Como se prevenir deste tipo de problema

O que aconselham os especialistas para quem sofre com este tipo de zumbido:

  • bochechos com água morna
  • calor úmido no pescoço, com bolsa d’água quente e fralda ou toalha úmida
  • paciente deitado em uma posição confortável, utilização de travesseiro adequado, que faça com que a cabeça permaneça alinhada durante a noite toda, e exercícios específicos.

Quer saber mais sobre o zumbido, suas causas e formas de tratamento? Acesse!

Quando é a hora certa de procurar um médico para tratar o seu zumbido? Descubra aqui!