Categoria: Franchising, Imprensa.

fachada-direito-de-ouvir-franca

Já pensou em ter uma franquia de aparelhos auditivos? Saiba que este é um mercado que deve faturar US$ 10 bilhões em 2020!

Todo este potencial de crescimento está relacionado com o aumento da expectativa de vida e, consequentemente, crescimento da terceira idade. Para se ter uma ideia, são mais de 24 milhões de idosos no Brasil, o que corresponde a 13% da população. E o potencial de consumo dessa faixa etária também é enorme: R$ 402 bilhões por ano.

E uma pesquisa americana apontou que as pessoas preferem comprar um aparelho auditivo a outras soluções de saúde, como próteses de joelho e implantes dentários quando o assunto é necessidades médicas.Saiba mais sobre este mercado aqui.

A performance de 2015, ano em que a empresa cresceu 35%, traduz o sucesso do negócio. E a expectativa para este ano continua positiva, sendo que a projeção é crescer 40%. Com base nesse cenário, as franquias da Direito de Ouvir representam uma excelente oportunidade de negócio.

Confira vantagens do modelo de negócios da Direito de Ouvir

Encaminhamento e Fluxo Contínuo de Pacientes – São profissionais que auxiliam no encaminhamento e fluxo da peça fundamental para seu negócio, o paciente.

Suporte completo ao franqueado - da captação de clientes até a manutenção dos equipamentos vendidos

Treinamento e um software exclusivo – atuam na programação de aparelhos e a gestão de consulta

SAT (Serviço de Atendimento Telefônico) – é um canal de encaminhamento de pacientes

Só a Direito de Ouvir faz parte do grupo Amplifon

Líder em soluções auditivas no mundo, a Amplifon adquiriu parte da Direito de Ouvir em 2014. Com isso, as empresas puderam unir sua expertise para oferecer aparelhos auditivos de alta qualidade com preços competitivos.

Através de uma rede de mais de 3.300 pontos de venda, 2.600 centros de serviço e 1.800 afiliados, Amplifon está presente na Itália, França, Holanda, Alemanha, Reino Unido, Irlanda, Espanha, Portugal, Suíça, Bélgica, Luxemburgo, Hungria, Egito, Turquia, Polônia, Israel, EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Índia e, no Brasil, por meio da aquisição de 51% da Direito de Ouvir.

A fusão das empresas fortaleceu ainda mais o modelo de negócios de franquias da Direito de Ouvir. Atualmente, a empresa possui franquias em Ribeirão Preto, São Carlos, Piracicaba e Diadema, no Estado de São Paulo, e em Goiânia. Desde sua fundação, a Direito de Ouvir contribuiu para a reabilitação auditiva de mais de 5 mil pessoas foram reabilitadas.

“Sem dúvida, nossa trajetória é motivo de muito orgulho! A Direito de Ouvir já chegou ao mercado de aparelhos auditivos deixando a concorrência de cabelo em pé com produtos de qualidade e preços muito competitivos. Em 2013, lançamos nosso modelo de franquia para dar aos empreendedores a oportunidade de abrir uma clínica com a nossa marca. Em novembro comemoramos oito anos e já fazemos parte de um dos maiores grupos de soluções auditivas de todo o mundo. Ou seja, em tão pouco tempo de existência nos tornamos uma referência nacional e internacional”, afirma Frederico Abrahão, CEO da Direito de Ouvir.

Quer saber mais sobre esta oportunidade de negócio? Não perca tempo! Aproveite esta oportunidade e acesse: http://www.direitodeouvir.com.br/franquias/