Categoria: Perda Auditiva.

 Aparelho Audutivo Aparelhos Auditivos Metru00f4

 

Diariamente o metrô de São Paulo transporta cerca de 4,5 milhões de passageiros e como se não bastasse enfrentar a superlotação, todos que dependem desse transporte ainda precisam estar atentos aos ruídos provocados que podem provocar surdez. 

Uma pesquisa feita pela Faculdade de Medicina de Jundiaí-SP revelou que em 46% dos vagões do metrô em que as janelas podem ser abertas, a intensidade do som é prejudicial ao ouvido. Nos horários de pico, em alguns momentos, é como se ter ao lado uma britadeira em pleno funcionamento. Os ruídos são provocados pelo contato das rodas das composições com os trilhos e também pelo barulho dos passos e conversas dentro dos vagões.

A linha mais barulhenta é a Verde (Vila Madalena/Vila Prudente), seguida da Azul (Jabaquara/Tucuruvi), Vermelha (Corinthians Itaquera/Barra Funda) e Amarela (Luz/Pinheiros). A Lilás (Capão Redondo/Largo 13) não foi avaliada.

Por conta do fluxo intenso de vagões, os horários de pico são os mais críticos. O trecho campeão de barulho, de acordo com a pesquisa, está entre as estações Belém e Bresser ( Linha Vermelha), com o ruído chegando a 104 decibéis. Confira as dez linhas mais barulhentas:

  1. Belém /Bresser  – Volume do barulho: 104 dB
  2. Tiradentes/Luz  – Volume do barulho: 103.5 dB
  3. Ana Rosa / Chácara Klabin – Volume do barulho: 102.9 dB
  4. Sacomã / Tamanduateí – Volume do barulho:­ 101.7 dB
  5. Tucuruvi / Parada Inglesa – Volume do barulho: 101.2 dB
  6. São Joaquim / Vergueiro – Volume do barulho: 100.9 dB
  7. Marechal Deodoro / Barra Funda– Volume do barulho: 100.4 dB
  8. Vila Madalena / Sumaré – Volume do barulho: 99.5 dB
  9. Santa Cecília / Marechal Deodoro – Volume do barulho: 95.3 dB
  10. Butantã / Pinheiros  – Volume do barulho:92.2 dB

 Saúde auditiva em risco

Segundo a pesquisa, o barulho, mesmo que sofra alteração de acordo com a linha  e os horários de pico, oferece risco para a saúde auditiva por alcançar até 104 decibéis, enquanto o limite para audição humana é de 85 decibéis. Para se ter uma ideia um avião a jato por exemplo, provoca um som de 120 decibéis, ou seja, mais um pouco andar de metrô seria como viajar dentro da turbina de um avião.

As consequências da exposição ao excesso de barulho não acontece do dia para a noite, o problema está no acúmulo ao longo dos anos. Sendo assim, use protetor auricular e previna-se.

Dica para evitar a surdez

O metrô é um ambiente propício para ouvir música alta com a intenção de abafar o barulho, mas essa não é a solução ideal, além de agredir sua audição o excesso de ruído causa irritabilidade o que em um ambiente superlotado pode ter efeitos desagradáveis. 

Som alto no carro também pode ser prejudicial

Muitas pessoas também costumam ouvir música alta enquanto dirigem. Mal sabem elas que esse hábito pode ser bastante prejudicial para a saúde auditiva. É que a exposição constante a sons altos pode causar danos irreversíveis às células ciliadas da cóclea, causando surdez. Abaixar o volume para os 85 decibéis permitidos é a primeira recomendação. Você pode conhecer outras dicas para se proteger aqui.

Você costuma fazer exames auditivos com frequência? Eles são importantes porque ajudam os especialistas a monitorarem como está a sua saúde auditivo. Recomenda-se que eles sejam feitos pelo menos uma vez ao ano. Quer saber quais os exames auditivos mais comuns? Dê uma olhada aqui.