Categoria: Curiosidades.

Direito de Ouvir Direito de Ouvir participa de encontro em Barcelona

A franquia Direito de Ouvir Amplifon Brasil – que pertence ao grupo Amplifon, líder mundial em soluções auditivas – participará, entre os dias 20 e 22 de maio, de um encontro mundial da marca, em Barcelona, na Espanha. Na ocasião, a matriz italiana da Amplifon reunirá profissionais de Marketing dos 22 países onde atua para discutir os avanços da marca e suas estratégias.

Quem representará o Brasil entre as empresas da multinacional é Lila Crespo, diretora de Marketing da Direito de Ouvir Amplifon Brasil. “Estamos ansiosos para conhecer estratégias de outros países, já que pertencemos à rede há apenas alguns meses e pretendemos aprender muito com quem já opera há mais tempo”, comenta Lila.

Mas, a Direito de Ouvir Amplifon Brasil não vai para Barcelona só para aprender. É que será realizada uma ação especial envolvendo os países nos quais a Amplifon acaba de entrar, que são o Brasil, Israel, Turquia, Egito e Índia. “Trata-se de uma troca direta de informações entre esses países. Nós mostraremos como a Direito de Ouvir trabalha com o Marketing Digital, Geração de Leads e Atendimento ao Cliente”, finaliza.

Sobre a Amplifon e a Direito de Ouvir Amplifon Brasil S.A

A Amplifon, empresa italiana de capital aberto, é a líder mundial na distribuição, montagem e personalização de aparelhos e serviços relacionados à audição. Através de uma rede de mais de 3.300 pontos de venda, 2.600 centros de serviço e 1.800 afiliados, esta gigante internacional das soluções auditivas está presente na Itália, França, Holanda, Alemanha, Reino Unido, Irlanda, Espanha, Portugal, Suíça, Bélgica, Luxemburgo, Hungria, Egito, Turquia, Polônia, Israel, EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Índia e, agora, Brasil, por meio da aquisição de 51% da Direito de Ouvir.

Sediada em Franca, interior de São Paulo, a Direito de Ouvir tem 400 fonoaudiólogas credenciadas em todo o país, além de franquias em Ribeirão Preto, Piracicaba, São Carlos, Diadema e Goiânia (GO). E também uma segunda unidade em Franca. Com o bom desempenho de seus negócios, o modelo de franquias não deve parar de crescer.

Crescimento da franquia

Em 2015, a Direito de Ouvir registrou um crescimento de 35% no seu modelo de franchising – consolidando o bom desempenho do seu modelo de negócios. Para 2016, a projeção continuou positiva, prospectando um crescimento de 40%. Saiba mais sobre o desempenho das franquias da Direito de Ouvir aqui.

Neste ano, a rede expandiu ainda mais suas franquias neste primeiro semestre. Na segunda quinzena do mês de junho, a Direito de Ouvir chegou à Diadema, uma importante cidade do grande ABCD, uma das regiões mais prósperas do estado de São Paulo. Para os franqueados Diego e Francine Scariot, as expectativas de crescimento deste mercado são amplas. Saiba mais!

Quer saber mais sobre as vantagens de fazer parte da rede de franquias da Direito de Ouvir? Acesse!

Confira um raio-x da franquia Direito de Ouvir

Ficha técnica

Ano de fundação: 2007 / Início do franchising: 2013

Número de unidades próprias:1

Número de franquias:6

Investimento inicial total: R$ 135 mil.

  • Taxa de franquia: R$ 45 mil
  • Móveis e equipamentos: R$ 75 mil
  • Capital de giro: R$ 50 mil

Royalties: 5%

Taxa de publicidade: 3%

Área mínima: 75 m2

Nº de funcionários: Dois por unidade

Faturamento médio mensal: R$ 50 mil

Lucro líquido: a partir de R$ 13%

Prazo de retorno: 16 a 24 meses

Prazo de contrato: 60 meses