Categoria: Prevenção da Perda Auditiva.

Aparelho Auditivo Aparelhos Auditivos Audiometria Tonal

Os exames auditivos devem ser feitos como qualquer exame de rotina pois, é através deles que é possível detectar e tratar problemas na audição.

A audição é o primeiro sentido sensorial a se desenvolver e é também quase sempre o último a desaparecer. Com o avanço da tecnologia o estilo de vida da população modificou- se bastante colocando até a saúde auditiva em risco. 

As perdas auditivas podem acontecer, em muitos casos, de maneira gradual e, por isso, podem passar despercebidas durante muitos anos. Mas com exames auditivos feitos frequentemente, a detecção e o tratamento precoce do problema podem ser feitos.

Diferenças entre os tipos de audiometria

A audiometria tonal é um exame com duração de aproximadamente 30 minutos, que não causa nenhum incômodo e normalmente é feito por um fonoaudiólogo. Seu objetivo é avaliar a função auditiva do paciente, sendo possível detectar informações como: tipo e grau da perda auditiva.

Para que a avaliação seja feita com sucesso diversos sons são apresentados através de um fone e um vibrador ósseo e então o paciente aperta um botão cada vez que perceber o som.

Já a audiometria vocal avalia a capacidade de compreensão da voz humana. Durante o teste, o paciente demonstrará sua percepção e compreensão da voz humana emitida pelo especialista. Saiba mais!

Como é feita a audiometria?

Normalmente, o exame não requer nenhum preparo prévio nem suspensão de medicações que estejam em uso. É indolor e pode ser é feito por um fonoaudiólogo ou por um otorrinolaringologista.

O paciente entra em uma cabine acústica, que isola os sons externos e que tem uma parede de vidro através da qual o examinador pode vê-lo. O paciente e o especialista se comunicam por meio de fone de ouvido e microfone. Por meio deste fone, o paciente ouvirá os sons emitidos pelo especialista e deverá responder a eles mediante sinais gestuais previamente combinados (levantar uma das mãos, por exemplo). Em uma parte do exame o paciente deverá repetir palavras emitidas.

Nos exames de audiometria tonal, por via óssea, um vibrador é colocado sobre osso mastoide do paciente, o qual deverá acusar as percepções das vibrações do mesmo. E no caso das crianças, é feita a audiometria infantil.

Como é feito o diagnóstico?

Os sons emitidos pelo especialista durante o teste variam entre zero e 120 decibéis. Pessoas com  audição normal escutam até um mínimo de 25 decibéis (às vezes menos). Caso os sons ouvidos comecem em 50 decibéis, o paciente tem uma perda auditiva leve. Se só escuta entre 55 e 70 decibéis, a perda é moderada; entre 75 e 90 decibéis, perda severa; acima de 90 decibéis, perda profunda. Com base nestas informações, o especialista determina o tipo e o grau da perda. Confira mais sobre os tipos de perda auditiva aqui.

Importância de fazer uma audiometria

O exame de audiometria é fundamental para o diagnóstico, controle e tratamento das doenças que afetam a audição. Sensação de tontura, zumbido, diminuição da audição são sintomas que indicam a necessidade de realizar o exame.

A maioria das pessoas costuma fazer exames oftalmológicos e check-ups cardiovasculares, mas não tem o costume de fazer exames auditivos. Com isso, as perdas auditivas são detectadas tardiamente. É por isso que os especialistas recomendam pelo menos uma audiometria anualmente. Portanto, faça o exame periodicamente e procure ajuda de um profissional.